Mercado Coletivo no Mercado dos Pinhões
11 de outubro de 2018
6 trends direto das passarelas para usar já!
11 de outubro de 2018

10 trechos de músicas brasileiras que não fazem o menos sentido!

Aqui entre a gente, existem músicas brasileiras que são lindíssimas, não é mesmo? Letras incríveis, melodias maravilhosas, do tipo que emocionam. Por outro lado, em tudo é perfeito no mundo das canções. Há algumas músicas que não apenas são chatas ou “não tem letra”. Na verdade, algumas músicas brasileiras possuem trechos que simplesmente não fazem sentido algum! Já parou para prestar atenção? Não? Pois confere a seleção dessa semana:

Claudinho e Buchecha – Só Love


Abrindo nossa listinha, um clássico dos anos 90. Não vamos nem falar do trecho em que ele diz “controlo o calendário sem utilizar as mãos”, que já dá uma dupla interpretação. Mas mais à frente na música, ele fala Eu vivo a sonhar/Pensando em você/Delírios de jogar futebol…  Oi?

Marisa Monte – Na Estrada


Para você que começou a lista com preconceito, dizendo “claro que tinha que ser um funk”, saiba que na MPB também tem muita coisa sem sentido! Essa canção, por exemplo, é linda, de fato. A letra inteira é repleta de jogos de palavras, ok. Mas é preciso se esforçar para entender o que quer dizer o trecho Sala, sem ela, tem janela/Inclino, em cerca de atenção.
 

Gilberto Gil – Refazenda


O próprio Gil admitiu que, ao compor essa canção, ele apenas fez “uma justaposição de nonseses”. Também, com versos como Abacateiro, saiba que na refazenda/Tu me ensina a fazer renda/Que eu te ensino a namorar, não poderia ser diferente, certo?
 

João Bosco – Bijuterias


Para mostrar que as músicas brasileiras com letras sem sentido chegam longe, essa música de João Bosco fez sucesso como trilha de abertura da novela O Astro – em suas duas versões! E a falta de sentido já vem logo no começo: Minha pedra é ametista/Minha cor, o amarelo/Mas sou sincero/Necessito ir urgente ao dentista. Então tá… Né?
 

Gilmelândia – Maionese


Olha um representante do Axé na nossa lista! No começo a música já dá dicas de que vai rolar coisa estranha, dizendo Bate que bate/Lá vem o chocolate!, mas ok, ainda dá para entender. Porém quando ela chega no refrão, a cantora solta um Maionese/ Ele me bate, bate feito maionese que não faz o menor sentido!
 

Zé Ramalho – Chão de Giz


A música queridinha dos Karaokês fala sobre uma decepção amorosa do compositor, mas a letra, ate acha que só ele mesmo para entender. Trechos tipo Agora, pego um caminhão / Na lona, vou a nocaute outra vez / Pra sempre fui acorrentado no seu calcanhar. / Meus vinte anos de boy: That’s over, baby! / Freud explica não dizem lá muita coisa…
 

Relicário – Nando Reis


Dentre os grandes nomes da música popular brasileira atual, Nando Reis está pouco atrás do grande campeão das letras sem muito sentido, Djavan. Uma das canções mais conhecidas do ex-Titã e que tem esses trechos que aprecem não querer dizer nada é justamente Relicário. Gravada também por Cássia Eller, há versos como É uma índia com colar / A tarde linda que não quer se pôr / Dançam as ilhas sobre o mar / Sua cartilha tem o A de que cor?. E eu é que sei?
 

Especial Djavan

Gente, se tem um compositor brasileiro que goste mais de transformar jogos de palavras aparentemente sem sentido em música do que o Djavan, a gente ainda não conhece! Não é à toa que os top três da nossa lista tinha que ser com músicas do cantor! Olha só:

Sina


Ok, a gente entende que essa música é um dos maiores hits do cantor, mas vem cá, o que exatamente ele diz na letra? Pai e mãe/ouro de mina/Coração/desejo e sina? Ou então no trecho O luar, estrela do mar / O sol e o dom / Quiçá, um dia, a fúria desse front / Virá lapidar o sonho / Até gerar o som / Como querer Caetanear / O que há de bom. Quer dizer que Caetano não é bom?
 

Seduzir


Cantar/É mover o dom /Do fundo de uma paixão/Seduzir/As pedras, catedrais, coração/Amar/É perder o tom/Nas comas da ilusão/Revelar todo sentido… Isso é quase a letra toda da música e só temos uma coisa a dizer: oi?
 

Açaí


Certamente a música mais usada quando queremos falar de algo sem sentido! Com versos assim, também né fácil entender o porquê: A paixão puro afã / Místico clã de sereia / Castelo de areia / Ira de tubarão, ilusão / O sol brilha por si / Açaí, guardiã / Zum de besouro um ímã / Branca é a tez da manhã.
 

Realmente há mais mistérios em algumas músicas brasileiras do que sonha nossa vã filosofia! Por favor, deixem explicações e viagens sobre o que essas músicas querem dizer nos comentários!

Fotos e vídeos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *