O que estreia nos cinemas em novembro
9 de novembro de 2017
Moda Praia – 10 tendências para se preparar para 2018
9 de novembro de 2017

11º For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual

Com o slogan “Amo quem eu quero, faço uma revolução”, o 11º For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual promove exibições de filmes nacionais e estrangeiros relacionados às vivências e ao cotidiano de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros no Brasil e no mundo. A programação é totalmente gratuita e acontecerá a partir desta quinta-feira(09), até o dia 15 de novembro, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Na Mostra Competitiva Internacional, os curtas-metragens e longas concorrem em 13 categorias de premiação. Ao todo, foram mais de 1.283 inscritos para esta 11ª edição. Os 32 filmes selecionados representam países como Espanha, Índia, Kosovo, Colômbia, Estados Unidos, Bélgica, França, Alemanha, Finlândia, Croácia e Brasil, com destaque para três longas nacionais: “Meu Corpo é Político”, da diretora Alice Riff, que abrirá a competição, “Lampião da Esquina”, da diretora Lívia Perez, e “Música Para Quando as Luzes se Apagam”, do diretor Ismael Caneppele, que será exibido no último dia da mostra.

Segundo a jornalista e cineasta Verônica Guedes, diretora executiva do For Rainbow, o festival terá um tom explicitamente político em relação às edições anteriores: “É preciso dar voz àqueles grupos sociais que, dentro do recorte LGBT, têm sido os mais penalizados pela onda fascista que atingiu o Brasil. Os LGBTs, as mulheres e a juventude das periferias, principalmente negra e artista”, afirma.

Outras expressões
Além da mostra de filmes, o For Rainbow oferece uma série de eventos paralelos como debates, lançamentos de livros, apresentações de teatro e música. O tom de protesto do hip hop abre o festival, com um show dirigido pelo rapper e produtor cearense Erivan Produtos do Morro. A peça “Histórias compartilhadas”, cuja exibição causou polêmica ao mostrar a discriminação sofrida por homens transexuais, será apresentada pelo ator Ari Areia. O público também poderá conferir o espetáculo carioca “Le Cirque de La Drag”, show humorístico com Deydianne Piaf, festas com DJs convidados e performances de artistas transformistas da icônica boate Divine.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *