Nova programação do Museu Sacro São José de Ribamar
23 de maio de 2018
Quem são os sertanejos mais bem pagos do Brasil?
24 de maio de 2018

3 filmes baseados na obra do autor Philip Roth

Não é de hoje que ouvimos a expressão “depois que o cara morre é que a gente reconhece”. É triste, mas em muitos casos, é a mais pura verdade. Porém para o escritor Philip Roth, felizmente, não foi o caso. O autor escrever trinta livros em sua carreira. Dentre eles, grandes clássicos da literatura mundial. Vários desses romances, claro, foram adaptados para o cinema.

Com a morte de Philip Roth nesta quarta-feira (23), separamos aqui três filmes que foram inspirados e/ou baseados em obras do autor para que, quem já conhece os livros dele relembrem suas histórias e, quem não conhece, entre um pouco mais no universo de Roth. Confira:


Pastoral Americana

O livro é de 1997 e o filme, recente, de 2016. Dirigido e estrelado por Ewan McGregor, o longa conta a história de uma família aparentemente perfeita da década de 1960. Ele, um ex-atleta e homem de bem que se casa com Dawn, uma ex-miss que representa perfeitamente o papel de esposa. Há ainda a filha do casal, Merry. Porém, o retrato do sonho norte-americano é quebrado quando eles descobrem o envolvimento de Merry com acontecimentos radicais da época. Um grande drama família, intenso e tocante. E o melhor: disponível na Netflix!

 

O Último Ato

Lançado em 2014 e baseado na obra A Humilhação, O Último Ato já chama atenção pela atuação marcante de Al Pacino. No longa, Pacino interpreta Simon Axler, um famoso ator que está começando a esquecer suas falas em pleno palco. Logo, Axler entra em crise, quando conhece uma jovem bissexual com quem tem um caso amoroso que acaba por virar sua vida pelo avesso. Com toques de ironia e comédia, o filme envolve o expectador do começo ao fim!

 

Indignação

O filme é baseado no livro homônimo de Philip Roth, lançado em 2009. Nele, o jovem Marcus passa por uma série de dificuldades para entrar na sonhada universidade, Chegando lá, ele ainda precisa lidar com uma série de preconceitos religiosos e sexuais, em um cenário norteado pelo envolvimento dos Estados Unidos na Guerra da Coreia, o que repercute diretamente na vida particular do personagem.

Intensidade, drama, paixão, erotismo… As histórias de Philip Roth são tão inesquecíveis quanto ele.

Fotos e vídeos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *