Receita do dia – Creme de galinha fácil e prático!
13 de agosto de 2018
Tudo em família: gêmeos idênticos se casam com gêmeas idênticas!
13 de agosto de 2018

5 astros mirins que processaram os próprios pais

Não é de hoje que vemos crianças e adolescentes tomarem conta da televisão. Os astros mirins fazem e fizeram parte da infância de muita gente. Alguns cresceram e souberam lidar bem com a fama e o dinheiro, já outros nem tanto. Porém, não é toda criança que quer ser famosa e ter que lidar com esse tipo de questão. às vezes, os pais querem mais essas coisas do que as estrelinhas, e acabam pressionando demais os pequenos para que eles trabalhem.

Sendo assim, não são raros os casos em que os astros mirins acabam reclamando da atitude dos próprios pais. Em algumas situações, isso já gerou até processo na justiça! Não acredita? Relembre esses cinco casos com a gente:

Ariel Winter

A atriz ficou famosa por seu personagem na série Modern Family, mas já atuava desde os 4 anos de idade. Quando tinha 14 anos, Winter entrou com uma ação na justiça pedindo que sua irmã mais velha fosse sua tutora legal e pudesse ficar com ela nos sets em vez da mãe. O motivo? A mãe de Ariel a atormentava nos sets de filmagem, perturbava os atores e diretores e quase a fez ser demitida várias vezes. Ela chegou a proibir que a filha comesse entre as gravações para que ela não ganhasse peso. Os próprios atores deram depoimentos sobre os horrores que a mãe de Ariel fez a menina e todos passarem.
Ainda hoje as duas têm um relacionamento abalado. A mãe de Ariel ainda fala indiretas para a filha, dando alfinetadas disfarçadas de preocupação com o bem-estar dela. Já Ariel disse que ela nunca a procurou para acertarem o relacionamento delas. Que pesado…

Macaulay Culkin

Infelizmente falar em astros mirins com problemas sem citar Macaulay Culkin é impossível. A estrela de filmes clássicos dos anos 1990 cresceu em meio a uma guerra entre seus pais. Eles nunca foram casados, porém, quando a coisa entre eles desandou, a briga era para ver quem ficava com a custódia dele e, por consequência, com a administração de todo o dinheiro que ele recebia. Não era raro o pai de Macaulay negar a permissão dele – de dos outros irmãos de Macaulay, que também são atores – e, com isso, impedir a participação em filmes. Junto a isso, nenhum diretor queria trabalhar com uma família em pé de guerra, certo?
O próprio Macaulay então, aos 15 anos, entrou na justiça para poder ser seu próprio representante legal e, assim, não depender mais de seus pais. Foram três anos até ele conseguir um papel novamente nos cinemas…

Billy Unger

O jovem foi a estrela de Lab Rats, do canal Disney Channel. Pois bem, por ano, seu pai trabalhou como seu empresário, mesmo sem ter a menor experiência no ramo. Claro que Unger confiou cegamente no pai que, em vez de investir todo o dinheiro que o jovem recebia, gastava com viagens, namoradas e outras bobagens. Mas o que fez Unger desconfiar mesmo do pai e processá-lo por fraude, quebra de contrato e deturpação negligente foi descobrir que ele havia feito um seguro de vida para o filho, no valor de 1 milhão de dólares, sendo ele, o pai, o único beneficiário. Ou seja, se Unger aparecesse morto, o pai ganhava essa bolada toda. Será que havia alguma coisa estranha nisso tudo???

Drew Barrymore

A atriz iniciou sua carreira muito jovem e, aos sete, já era o astro mirim mais amado de Hollywood, Porém, pouco depois a coisa ficou complicada para ela. Aos 10 anos, já fumava maconha e, aos 12, cheirava cocaína. Com 14, Drew tentou suicídio e ficou internada em uma clínica por vários meses. Ela então resolveu processar os pais e pedir sua emancipação. Em uma autobiografia, ela explica que sempre sofreu abusos por parte do pai e que foi negligenciada tanto pelo pai quanto pela mãe. E que ambos a influenciaram a se envolver tão precocemente com álcool e as drogas.

Jackie Coogan

O jovem ator brilhou nos anos 1930 ao lado de ninguém menos do que Charlie Chaplin. Como estrela da época, Jackie tinha um patrimônio de aproximadamente 4 milhões de dólares. Porém, ele processou os próprios pais acusando-os de terem gasto toda a sua fortuna.. O processo se deu em 1938, porém, com os gastos processuais, Coogan conseguiu reaver cerca de 150 mil dólares apenas.
O caso foi tão sério que após isso, foi criada uma lei chamada Lei Coogan que visa proteger alguns atores mirins. Essa lei requer que o empregador reserve 15% dos ganhos da criança em um fundo, e codifica questões como escolaridade, jornada de trabalho e folga.
É complicado confiar em seus pais e, depois, processa-los porque eles gastaram todo o seu dinheiro…

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *