Novo clipe da Clarice Falcão é proibido para menores
20 de dezembro de 2016
24 ações para convivência com a estiagem são apontadas pela Comissão do Rio São Francisco
21 de dezembro de 2016

De acordo com o Relatório Anual de Acidente de Trânsito, divulgado na terça-feira (20) pela Prefeitura de Fortaleza, cerca de 72,7% das vítimas no trânsito da capital cearense são pedestres e motociclistas. Conforme o estudo, feito em parceria com o Bloomberg Philantropies, o homem – pedestre e com idade entre 30 a 59 anos – é quem mais sofre com a violência no trânsito.

Embora os dados da pesquisa tenham indicado que houve uma queda de 35,7% na taxa de mortalidade no trânsito – quando comparado a 2011, ano em que foi realizado o último levantamento de acidentes em Fortaleza -, a situação é bastante preocupante. Por isso, pensando na segurança do motorista e também dos pedestres e motociclistas, o Pátio Hype listou algumas das principais dicas de especialistas no assunto para ajudar na prevenção de acidentes, seja pelo uso de drogas ou falta de atenção. Veja:

1- Caso tenha ingerido qualquer quantidade de bebida alcoólica ou drogas, nunca assuma a direção do veículo;

2- Respeite velocidades máximas permitidas pelas vias e sinalização;

3-  Motociclistas devem usar capacetes, obrigatoriamente;

4- Atenção aos pedestres;

5- Caso um veículo com farol alto venha em sua direção, olhe para baixo e à direita, em direção à faixa branca que delimita a rodovia ou ao meio-fio da rua. Isso evita o ofuscamento da visão e um possível acidente.

prefeitura-de-fortaleza-2

Segundo o Prefeito Roberto Cláudio, os custos estimados com acidentes de trânsito em Fortaleza chegaram a R$500 milhões em 2015. “Este é um problema real de saúde pública que superlota nossos hospitais e que precisa ser combatido. Iremos aumentar a fiscalização, principalmente com o uso correto do capacete, e evitar que se dirija sob efeito do álcool”, destacou.

Ainda conforme o levantamento, os passageiros são 15,6% das vítimas. No grupo de ciclistas, foram 16 acidentes fatais (5,1%). De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, o objetivo do estudo é orientar a política pública de segurança viária da capital, para reduzir o número de vítimas.

Portanto, fique de olho nos dados divulgados pela Prefeitura de Fortaleza e siga as dicas que o Pátio Hype listou. Afinal, não custa nada reforçar alguns itens que, às vezes, ficam meio esquecidos no dia a dia, mas que são ótimas dicas para evitar acidentes de trânsito, não é verdade?

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *