Histórias cotidianas retratadas em forma de poesia, criatividade e ousadia de sobra, desenhos e fábulas mágicas – com todos os detalhes bem elaborados – são marcas da obra da dupla Gustavo e Otávio Pandolfo, mais conhecidos como Os Gêmeos. Além de fascinante, a arte feita por eles retrata dificuldades enfrentadas por cidadãos do mundo todo, que são, muitas vezes, inevitavelmente vítimas de do modelo socioeconômico.

Gêmeos idênticos e paulistanos, Otávio e Gustavo têm muros grafitados nos quatro cantos do mundo! Los Angeles, Nova York, Alemanha, Portugal, Itália, Espanha, China e Japão são alguns dos locais que contemplam a arte dos gêmeos. Formados em Desenho de Comunicação, pela Escola Técnica Estadual Carlos de Campos, desde muito cedo estiveram envolvidos com as artes!

Na década de 1980 começaram a grafitar pelas ruas do bairro Cambuci, na Zona Sul de São Paulo, local onde nasceram. Quando Hip Hop estava no auge, hoje com 32 anos, já militavam no movimento! Mas, isso não era o bastante para eles. Além de ser atuante no grafite, faziam apresentações de break por toda a cidade. A modalidade de dança nasceu nos Estados Unidos – junto com o rap e o próprio grafite – é uma das marcas dos movimentos dos anos 1970.

Claro, com o passar do tempo, os significados dos movimentos mudam ou até mesmo o rumo dos trabalhos. Sendo assim, os gêmeos paulistanos mudaram radicalmente o vínculo com o Hip Hop, desde o final da década de 1980, mas, como conhecem muito a cultura, sempre recebem convites ligados ao movimento.

O trabalho feito por Otávio e Gustavo hoje pouco tem relação com o grafite original, o precursor, feito pelos norte americanos do Bronx. Claro, como em todas as artes a polêmica também anda junto ao trabalho dos irmãos! A comparação com o grafite dos morados e criadores do Bronx sempre vinha a tona quando todo mundo queria saber “qual a diferença entre grafite  e pichação?”.

A obsessão pela prática e por fazer cada vez mais desenhos melhores, é que faz a diferença na arte dos irmãos grafiteiros mais famosos do mundo! Não é a toa que os grafites dos dois estão espalhados em quase todos os cantos do planeta!  A riqueza de detalhes vem justamente do hábito de estudar os desenhos.  O jeito como usam o spray, linhas e contornos finos podem ser super observados nas roupas dos personagens.

A visibilidade da dupla foi tanta – também, com tantos muros grafitados ao redor do mundo, não era para menos! – que a Nike convidou os irmãos para assinarem a do documentário, que foi patrocinado e co- produzido pela marca. Com direção de Hank Levine Machado e Tocha Alves e produção-executiva a cargo de ninguém menos que o cineasta Fernando Meirelles, “Ginga – A Alma do Futebol Brasileiro” fo lançado em Abril.

Ah! Já assistiu a série “Cidade dos Homens” exibida pela Rede Globo? Pois Fernando Meirelles ficou super satisfeito com experiência de trabalhar com Os Gêmeos que fez o convite para que os irmãos produzissem as animações para a atração.

A imaginação desse irmãos deixa sempre a porta aberta – como um convite – para novas ideias e também como possibilidade de mergulhar no mundo do humor e da arte!

Assista ao vídeo “Ginga – A Alma do Futebol Brasileiro” :

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=G-fssp3Q_1Q[/youtube]

 

Fotos: Reprodução

5 Comentários

  1. Fátima Stoppelli disse:

    Olá, trabalho com pesquisa de mercado e estou precisando o contato dos gemeos, pois quero fazer uma entrevista sobre a arte urbana. Como consigo o contato deles ? Por favor me envie por email fatima.stop@globo.com
    Obrigada

  2. ana beatriz disse:

    amei muito essas obras de artes um dia se Deus quiser quero q vcs venham para o reverend urbano de urbano pinto a.e carvalho

  3. Eylin disse:

    eu adorei as obras são D++++

  4. marina. disse:

    eu adorei todas as artes de vcs

  5. marina disse:

    eu fiquei emprecionada com o talento de vcs parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *