Livro do projeto “Para Ver o Mar” será lançado nesta sexta-feira (04)
2 de setembro de 2015
Última semana para inscrições em programa de trainees da Ambev
2 de setembro de 2015

Apesar do pouco tempo passado entre nós, o estilista Alexander McQueen fez história – e não só por ser um dos favoritos de Lady Gaga (até hoje). Ele era amigos dos mais influentes, como o polêmico John Galliano e a ativista Stella McCartney e elevou seu nome ao topo, depois de ter passado por casas tradicionais, como a Givenchy. Sua história no ramo foi um verdadeiro meteoro e ele é constantemente lembrado por seu brilhantismo e originalidade.Infelizmente, ele se despediu muito cedo, mas seu legado inspirador acaba de render mais um fruto: o biógrafo Andrew Wilson, que já escreveu sobre os sobreviventes do naufrágio do Titanic e sobre Sylvia Plath, foi convidado a escrever um livro sobre o estilista, pela irmã dele, Janet. Ele aceitou e dois anos depois, aqui está.

“Muita gente acha ele uma pessoa fascinante e eu queria descobrir mais sobre o porque de pessoas comuns e não ligadas à moda acham ele tão fascinante”, disse ele ao Portal WWD. É a primeira vez que escreve sobre alguém do ramo da moda. Segundo ele, Janet o procurou, porque acreditava que o irmão iria gostar de ver sua história retratada após a morte.

alexander-mcqueen

O livro conta a origem de tudo, passando pelos problemas familiares pelos quais ele enfrentou (como o abuso que sofreu do cunhado, ainda na infância), assim como outros fatores sombrios (como a pressão de ser quem era, o revés de todo o seu sucesso) que o levaram a depressão e às drogas. O próprio McQueen afirmava que se sentia em uma prisão e que a fortuna que tinha era um agravante a isso.

Andrew Wilson afirmou que, ao escrever o livro, tentou entendê-lo, simplesmente, mas reforça que o suicídio é muito complexo e que seu trabalho não responde a essa interrogação. Na época de sua morte, foi apontado que uma das razões seria a morte da mãe, ocorrida pouco tempo antes, mas Alexander se mostrava perturbado diversas vezes antes disso, já tendo, inclusive, afirmado que desejava se matar diante da imprensa, no encerramento de um de seus desfiles. Pouco antes de cometer suicídio, ele foi se despedindo de seus amigos e declarou que a última coleção que fez era, de fato, a última.

O livro se chama “Alexander McQueen – Blood Beneath The Skin” e ainda não foi traduzido para o português. Está à venda na Amazon por US$16.

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *