Quando algo estranho acontece na sua casa, o que fazer? Filmar o fantasma!
19 de setembro de 2018
Bum Bum Tam Tam é o vídeo brasileiro mais visto no Youtube!
19 de setembro de 2018

A identidade polifônica de ILYA

A artista cearense ILYA, que acaba de desembarcar em São Paulo para uma temporada de shows e ações, vai lançar, no dia 23 de setembro, às 19h, na Sala Itaú Cultural, o seu primeiro álbum solo, intitulado “Doces Náufragos”. O trabalho agrega suas próprias composições a uma cena contemporânea de compositores que se empenharam e propuseram a construir este trabalho junto dela, com destaque para Daniel Groove, José Rodrigues (PE/CE), Daniel Medina (CE), Michele Tajra (PI/CE) e Maria Ó (SP). Trata-se de uma forma de reafirmar uma identidade polifônica em seu fazer artístico.

O single “Se eu Saio e Você Dança”, por exemplo, é uma canção da paulista Maria Ó, cantora e compositora que possui forte ligação com Fortaleza. “Nos conhecemos em uma vinda dela para Fortaleza e, a partir daí, brotou uma linda amizade e muita parceria. Essa música fala de fluxos e relações, mudanças, encontros e lembranças. É uma forma de mostrar que a vida segue, envolta a uma melancolia que baila”, explica a cantora.

O disco também traz a música “Balneabilidade Livre”, composição de Daniel Medina, que canta os encantos, e desencantos, de Fortaleza. “Em 2015 uma galera começou a fazer um movimento na Praia de Iracema, hoje também Praia dos Crush, outro dia Praia do Lido. Tinha uns cartazes com Balneabilidade Livre e o Medina musicou. Quando ele mandou a música pra mim foi só alegria”, diz a artista.

Outro destaque é “Canções de Mar”, que ILYA já costumava cantar em seus shows antes da gravação do CD. A faixa tem um significado especial, pois foi a partir de “Canções de Mar” que ela deu início ao processo da sua trajetória como artista solo, além de despertar a vontade de gravar o seu primeiro trabalho. “A escolha dessa música é, de certa forma, um jeito de legitimar a poesia e a energia que chegam junto com a canção”, ressalta.

 

Com produção musical de ILYA, Daniel Groove e Cláudio Mendes, o álbum teve as bases gravadas por Klaus Sena em Fortaleza no estúdio Magnólia, e contou com Rian Batista no baixo, Beto Gibbs na bateria, e o próprio Claudio Mendes no violão e efeitos, além da participação especial de Vitor Colares e Fernando Catatau. Já em São Paulo, a gravação das vozes e overdubs foi realizada na casa Índigo Azul (espaço que abriga o estúdio, selo e produtora cultural homônimos) e contou ainda com a presença da cantora Soledad e Igor Caracas.

O show de lançamento de “Doces Náufragos” no Itaú Cultural contará com a presença dos músicos cearenses Cláudio Mendes, Rian Batista e Beto Gibbs, além da participação especial de Vitor Colares, Igor Caracas e Soledad. O álbum chega através do selo Índigo Azul e terá distribuição OneRPM.

Fotos: Reprodução / Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *