7 receitas para celebrar o Dia da Cerveja em grande estilo!
3 de agosto de 2018
Câmara outorga a Medalha Boticário Ferreira a empresário Alexandre Pereira
3 de agosto de 2018

Toda viagem traz recordações que ficam marcadas na memória dos viajantes. E claro que, além da lembrança, quase sempre buscamos levar um pedacinho dos lugares visitados na forma de artesanato ou souvenir, seja para termos algum objeto que nos recorde destes bons momentos vividos ou para presentear parentes e amigos. Pensando em melhorar esta experiência dos turistas que visitam a Rota das Emoções e ao mesmo tempo integrar os artesãos das cidades que fazem parte do roteiro, o Sebrae está promovendo o projeto Emoção na Mão.

A ação visa integrar o território e qualificar os artesãos e artistas locais, adequando suas habilidades as novas tendências do mercado e ao perfil da Rota das Emoções. “Além de atividade econômica, o artesanato tem uma relevância social e artística, é uma expressão cultural, que representa as origens, o saber fazer, as influências e características locais. E nos municípios que integram a Rota das Emoções têm diversos empresários e associações que trabalham com o artesanato, como forma de renda e desta representatividade da cultura e da arte local”, afirma o gestor estadual do projeto Rota das Emoções, Tomaz Machado.

Segundo Tomaz, esta experiência também busca incorporar ainda mais valor ao destino – Rota das Emoções, por meio da economia da experiência, pois junto com um produto serão vendidos elementos representativos da memória dos momentos e dos locais visitados, bem como promover a qualificação e ampliação da possibilidade de geração de negócios para os artesãos e artistas locais.

No Ceará, 28 artesãos da Vila de Jericoacoara, no município de Jijoca e da Praia do Preá, no município de Cruz foram contemplados inicialmente com as capacitações do projeto.  “Como resultado deste trabalho queremos ter produtos com a cara da Rota das Emoções, que aliem modernidade com a singularidade de cada região e a sensibilidade de cada artista ou artesão”.

De acordo com o gestor, o projeto contempla quatro fases, iniciando com um trabalho de sensibilização dos artesãos e artistas destes municípios, passando pela realização de palestras e visitas para estimular a criatividade, seguida de oficinas de qualificação e criação com o intuito de fomentar o desenvolvimento de novos produtos, aperfeiçoamento de técnicas, empreendedorismo e preparar os participantes para venda dos produtos.

A última etapa do projeto visa promover os produtos criados, para fomentar a comercialização, além da organização de uma rede que integrará todo o território da Rota das Emoções. Tomaz destaca ainda que todas as peças confeccionadas serão exclusivas dessa coleção e necessariamente terão aspectos do território ou do roteiro, aliados com as características e peculiaridades das tipologias de cada grupo, associação ou artesão.

Sobre a Rota das Emoções

A Rota das Emoções é um roteiro turístico que liga três estados do nordeste brasileiro – Maranhão, Piauí e Ceará e envolve 14 municípios. No Maranhão, os municípios que integram a rota são Barreirinhas, Paulino Neves, Araioses, Tutóia e Santo Amaro. Já no Piauí, são Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. No Ceará, os municípios que fazem parte do roteiro são Barroquinha, Camocim, Chaval, Cruz e Jijoca de Jericoacoara.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *