Agora é possível colocar música no Stories do Instagram! Veja como fazer!
26 de junho de 2019
Assembleia Legislativa homenageia jornalistas pelo Dia da Imprensa
26 de junho de 2019

Todo mundo sabe, que a alimentação saudável é importante desde cedo, pois ela é fundamental para manter uma boa qualidade de vida e prevenir infecções e doenças na vida adulta. No entanto, muitas dúvidas pairam em torno do assunto, principalmente quando se trata de pais e mães de primeira viagem. 

Para tirar as preocupações inerentes a este assunto e desmistificar algumas histórias, a nutricionista comportamental, Patrícia Cruz, especialista em obesidade infantil e adulta, listou para o Pátio Hype as principais questões acerca dtema. Confira:

◊ Frutas com casca ou sem casca?

As frutas com cascas aumentam a concentração de fibras, elas desempenham um papel muito importante para o bom funcionamento do organismo e, consequentemente, para a saúde. Por isso, para uma alimentação saudável a nutricionista recomenda optar pelas frutas com cascas.

◊ Doces e refrigerantes

Para Patrícia o consumo de refrigerante não deve ser estimulado nunca. Já em relação aos doces, a nutricionista afirma que eles fazem parte de um hábito alimentar saudável. “Os doces podem ser consumidos quando as crianças começam a fase escolar.” – comenta.

alimentacao-saudavel-1

◊ Sem carne vermelha, pode?

A especialista explica que não se deve tirar nenhum alimento da dieta. O certo é que isso seja feito somente diante de um quadro de alergia alimentar. A carne vermelha é a principal fonte de proteínas, zinco, gorduras e ferro para o organismo da criança. Os outros tipos de carnes não possuem a mesma concentração dos nutrientes.

◊ Dieta vegetariana

Segundo Patrícia, se a dieta vegetariana for bem balanceada, com trocas saudáveis para evitar deficiências nutricionais como ferro, cálcio, vitamina B12 ela pode ser feita por crianças também.

◊ Alimentação no período escolar

Segundo a nutricionista, a melhor forma de conciliar a alimentação com o período escolar é mantendo a famosa lancheira. Assim, os pais diminuem o consumo de compras na cantina da escola. Outra dica importante na hora de procurar escolas para os filhos é conhecer a proposta da cantina.

◊ Negociações com a criança para comer, funciona?

Não se deve negociar alimentos, isso é errado. “Criança tem a percepção de forma e saciedade bem claras. Trocar verdura, legumes ou fazer com que aquela termine o que está no prato por brinquedos ou mais tempo de TV não é certo. Se não comeu tudo no prato, geralmente é porque já está saciada. Forçá-la só vai fazer a criança associar o ato de comer com uma imensa sensação de desconforto.” – explica a especialista.

alimentacao-saudavel-3

Para ensinar uma criança a comer algo que ela diz não gostar é preciso ter paciência, ir oferecendo sempre, mudar a forma de preparo, cortes e combinações. Deixá-la comer por conta ou colocar a comida no prato são outras ações, bem como explicar o motivo do porquê é importante comer aquilo. Levá-la para cozinha para fazer preparações rápidas e fáceis e mostrar o prazer da refeição é fazer com que a criança entenda como a comida é gostosa e faz bem a saúde e não é uma obrigação.

Você têm outras dicas para manter uma alimentação saudável na infância? Conta para a gente…

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *