Aplicativo vai agilizar acesso dos pequenos negócios às compras públicas
6 de fevereiro de 2019
Biblioteca Municipal Dolor Barreira recebe Mercado Geek
6 de fevereiro de 2019
Você já parou para pensar o quanto as chamadas “Fake News” ou notícias sem veracidade afetam a forma como consumimos informação hoje em dia? Com o objetivo de jogar mais luz sobre o assunto e combater a disseminação de notícias falsas na imprensa e nas redes sociais, a Assembleia Legislativa do Ceará iniciou uma campanha contra as fake news! O objetivo principal é alertar a população para os riscos que as informações falsas representam para a sociedade. Com o mote “Assembleia Legislativa do Ceará ‒ compartilhando com você o combate às notícias falsas na internet”, a campanha está sendo veiculada em emissoras de rádio e TV, dando dicas para que o compartilhamento de informações falsas não seja uma prática.

Comprometida com a transparência e informação qualificada para a população, a Assembleia Legislativa do Ceará vem pautando de forma continuada os impactos negativos e consequências que notícias falsas, divulgadas principalmente na internet, podem ter para a sociedade.

Checar as informações antes de compartilhar, buscar notícias em fontes seguras e, na dúvida, não passar mensagens recebidas para outras pessoas são algumas das atitudes que previnem a disseminação das fake news. As informações falsas podem, alerta a campanha da AL, destruir reputações e até vidas.

“Você sabia que as fake news, as notícias falsas na internet, podem ser um sério problema para quem compartilha? Tudo o que nós fazemos na internet fica registrado, por isso, se algo que compartilharmos for mentira ou prejudicar alguém, estaremos cometendo um crime”, alerta uma das peças veiculadas nas emissoras de rádio.

A diretora da FM Assembleia, Fátima Abreu, afirma que as campanhas contra as fake news precisam ser permanentes, e a melhor forma é despertar nas pessoas a curiosidade, o questionamento sobre a confiabilidade das informações recebidas.

A jornalista comenta que o afã em repassar notícias de forma rápida faz com que as pessoas não chequem a veracidade, o que é essencial para evitar compartilhamento de fake news. Fátima Abreu afirma que a FM Assembleia, como emissora pública, endossa as diversas campanhas realizadas pela Casa com assuntos de interesse da sociedade cearense.

Para Aldeson Matos, jornalista da TV Assembleia que participou da campanha, a AL cumpre seu dever e papel com iniciativas como essa, que buscam conscientizar sobre o assunto. Ele analisa que as notícias falsas podem ter um efeito devastador e, por isso, a AL se engaja em uma luta que é de todos.

O jornalista relembra que, nas últimas eleições, a difusão de informações falsas foi muito forte, e a população precisa de esclarecimentos para diferenciar a notícia falsa da verdadeira. “Como comunicadores, temos essa missão de informar, alertar para a necessidade de checar a informação”, ressalta.

Em abril de 2018 a AL realizou, por meio da Coordenadoria de Comunicação Social, o seminário “Os Desafios da Comunicação Frente ao Fenômeno Fake News e o Uso Consciente das Mídias Sociais”.

No evento, temas como a relação das informações falsas e o cenário do jornalismo, bem como as consequências do mau uso das mídias sociais foram debatidos por profissionais e pesquisadores de diferentes áreas.

A campanha da Assembleia levanta uma bandeira super importante e esclarece dúvidas sobre um assunto sobre o qual precisamos estar sempre atentos. E você? Como se cuida para não receber ou passar adiante as tais “fake news”? Conta pra gente aqui nos comentários!

 

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *