Dica do dia – Livro “A Tríade do Tempo” na Cultura
22 de maio de 2018
Projeto Mães Empreendedoras usa a gastronomia como transformação
22 de maio de 2018

Assoalho Pélvico – Entenda a importância de exercitar esse músculo!

Ficar muito tempo sentada ou, por exemplo, não manter a postura alinhada afeta diretamente o assoalho pélvico, deixando-o frouxo. Resultando em problemas como dores nas costas ou incontinência urinária.

É fundamental exercitar-se, porém, nada de manter apenas os glúteos ou os bíceps fortalecidos. O assoalho pélvico é tão importante quanto qualquer outro músculo, pois ele é responsável pela sustentação de vários órgãos do corpo e precisa ser fortalecido por meio de exercícios. De acordo com a fisioterapeuta, Laura Della Negra, 30% das mulheres não sabem contraí-lo e 25% fazem o movimento de maneira errada. Então saiba mais um pouco sobre o assunto, é só descer!

1.Onde está localizado o assoalho pélvico no corpo?

Bom, o fundo da sua bacia, ou seja, pelve óssea, acaba na cavidade pélvica, que é onde ficam os órgãos como a próstata, o reto e a bexiga. Pode-se dizer que essa cavidade é “fechada” pelo assoalho pélvico e tem mais ou menos 13 músculos. Pode acreditar! Especificamente nas mulheres o assoalho pélvico sustenta a uretra, o ânus e o canal vaginal. Alguns exemplos de fatores que exercem influência nesse músculo é a menopausa, a gestação e até mesmo características hereditárias. Exercitar essa musculatura não é algo que deve ser trabalhado apenas pelas gestantes, as mulheres costumam fazer atividades que aumentam a pressão abdominal nessa região. Por isso, é preciso aprender a contraí-lo e evitar problemas no futuro, por exemplo.

2.Mantenha-se atenta

Alguns sinais de que o seu assoalho pélvico feminino está precisando ser fortalecido é o fato de sentir dores constantes no momento da relação sexual ou não conseguir ter orgasmos. Podendo ainda ter problemas maiores como a incapacidade de segurar órgãos, resultando em um prolapso genital, ou seja, útero caído ou bexiga caída.

3.Como fortalecer o assoalho pélvico

Para fortalecer o assoalho pélvico o indicado é a fisioterapia pélvica, que pode ser feita com o auxílio de um especialista ou sozinha, com uso de ferramentas, como a bola usada no pilates. A dica é não deixar o seu abdômen contraído o tempo todo, deixar ele relaxar é tão importante quanto contraí-lo. Assim você evitará uma tensão nessa musculatura. Para contraí-lo, deite-se, depois aperte e puxe para dentro o ânus, a vagina e a uretra, não esqueça do abdômen também. Respire e segure a posição por oito segundos. Repita o exercício algumas vezes. Fique atenta a sua postura e sempre que possível inclua esse exercício na sua rotina, principalmente, antes de tossir ou espirrar.

Você costuma exercitar o seu assoalho pélvico? Deixe seu comentário logo abaixo para que possamos responder as suas dúvidas, combinado?

Fotos: Reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *