Governador anuncia concessão de 900 bolsas de mestrado e doutorado
20 de abril de 2017
Conheça a Baleia Rosa, uma página a favor da vida
20 de abril de 2017

Em atividades dedicadas a pessoas com deficiência, palestra sobre autismo e estratégias inclusivas, como a presença de intérprete de libras nas mesas-redondas e uma programação em braile, a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará procura tornar as experiências da programação ainda mais acessíveis. De realização da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar, com apresentação do Ministério da Cultura e do Bradesco, a Bienal segue até o dia 23 de abril, no Centro de Eventos do Ceará.

Nesta quinta-feira (20), a programação completa da Sala Literatura e Circo (5 e 6 do mezanino 1) será voltada para inclusão. Às 9h, mediadores promoverão experiências sensoriais de circo para pessoas com deficiência, levando os participantes a executar alguns exercícios circenses. Em seguida, têm-se apresentações da Companhia Mais Caras de Teatro e do grupo Bandeira das Artes. Já às 15h, na Hora do Autor, Sharlene Serra lança a Coleção Incluir, composta pelas obras: “Olhando com Ritinha”, “Ouvindo com Vitória” e “Caminhando com Paulo”. Todas as apresentações contam com audiodescrição.

E não acaba por aí. Deficientes visuais e auditivos poderão contar com recursos para terem acesso a várias outras atividades.  Intérpretes de Libras e a programação disponibilizada em Braille e em áudio são alguns dos recursos da ação especial. “Para os deficientes visuais, contamos com o apoio de um notebook com leitor de tela (NVDA) e fone de ouvido  para escutarem  a programação da Bienal, além de uma programação em Braille. Para acessar, basta chegar a recepção da Bienal no Centro de Eventos do Ceará.”, comenta a bibliotecária da Secult, Maura Isidório.

Além disso, Maura também lembra que o Centro de Eventos do Ceará oferece uma estrutura acessível para receber o público, incluindo cadeirantes e idosos. “Aqui na Bienal vocês vão encontrar rampas, elevadores, banheiros, estacionamento sinalizado e placa táctil. Tudo isso é para que todo cidadão cearense faça parte desta festa do livro e da literatura”, destaca.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *