5 teorias que provam que o Hexa já é nosso!!!
6 de julho de 2018
Comida de Copa – 7 receitas russas para fazer em casa!
6 de julho de 2018

Bruno Gagliasso ataca Cocielo, mas acaba virando alvo do próprio ataque

No começo da semana, mostramos aqui a polêmica que o youtuber Júlio Cocielo está enfrentando. Tudo porque ele acabou postando um tuíte para lá de racista e, claro, o pessoal não perdoou. Ele logo se desculpou e apagou a postagem, mas era tarde. Logo, vários usuários do Twitter começaram a resgatar tuítes antigos de Cocielo mostrando que o racismo, machismo e homofobia dele não eram recentes.

Eis que o ator Bruno Gagliasso resolveu entrar no debate, mas acabou não se saindo muito bem. Bruno declarou publicamente que todos deveriam sim boicotar os vídeos de Cocielo, e que as marcas que o patrocinavam deveriam suspender as parcerias. Porém o que ele não esperava era ser vítima do próprio veneno…

Bruno Gagliasso acabou tendo uma série de tuítes antigos de alto teor homofóbico e preconceituoso desenterrados por um grupo político que tentava defender Cocielo. Porém, a internet acabou se revoltando contra os dois! Tanto com o racismo do youtuber quanto com a hipocrisia de Gagliasso!

Algumas pessoas chegaram a tentar defender Bruno Gagliasso. Para isso, usaram o mesmo argumento utilizado por Cocielo: de que os tuítes eram antigos e que Bruno poderia ter mudado. Porém, um comentário recente de Giovanna Ewbank, esposa de Bruno acabou sendo trazido à tona também. Isso porque ela falava – em relação ao youtuber – que não importava os tuítes serem antigos, o que ele tinha feito era errado e pronto. E logo começou o questionamento: se os tuítes antigos de Júlio Cocielo poderiam ser usados contra ele, então os de Bruno também deveriam?

Bruno Gagliasso e Gio Ewbank são os pais adotivos da fofíssima Titi. E desde que o casal adotou a menina – que é negra – eles passaram a militar ativamente contra crimes de racismo e preconceito. O que fez com que toda essa questão ganhasse uma dimensão ainda maior! Com isso, o ator, que é garoto-propaganda de várias marcas, já começou a perder seus patrocinadores. O Banco Itaú, através do Twitter, informou que “não aceita qualquer tipo de preconceito e discrimininação” e que “o ator citado não faz mais parte das campanhas ativas“. Outras amrcas ainda não se pronunciaram, mas a polêmica está instaurada!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *