5 dicas para tornar a sua casa um refúgio para o bem estar físico e emocional!
27 de julho de 2018
Prático e Delicioso – 7 sobremesas que não precisam ir ao forno!
27 de julho de 2018

Casal encontra celular perdido na praia e… devolve!

Imagina que você está curtindo um final de semana na praia, tomando aquele banho de mar, tirando altas selfies quando, de repente, vem aquela onda e pum! Você toma aquele caldo. E o pior: o celular que estava em sua mão, de repente, já não está mais. Como diria Luciano Huck, momentos de tensão! E tome a procurar o aparelha, dar aquela mergulhadinha, mas nada…. O celular perdido já era. O jeito é ficar com dor no coração – e no bolso! – e comprar outro, certo?

Mas, e se alguém encontrasse o aparelho? E mais, se encontrasse dois anos depois do ocorrido, entrasse em contato com você e devolvesse o item? Acha impossível? Vem conhecer essa história!

Em 2016, o goiano Kleiton Viana foi passar férias em Natal. Era a primeira vez dele no litoral e a empolgação era grande. Logo ele comprou uma daquelas capinhas a prova d’agua para o aparelho e foi se divertir tirando fotos no mar. Mas daí… “A onda bateu nas minhas costas, meu peito bateu nele [celular], ele saiu voando e eu fui atrás. Aí já era, foi embora”, disse ele ao portal G1.

A história poderia ter acabado com esse final trágico se não fosse um casal que, dois anos depois, encontrou o tal celular perdido na praia! Isso  mesmo, José Barbosa de Lima e Riseuda Costa caminhavam pela praia quando encontraram o smartphone. Os dois nem pensaram duas vezes e deram um jeito de descobrir como devolver o aparelho.

O goiano Kleiton, que perdeu seu celular durante uma viagem ao Rio Grande do Norte

“Olá, encontrei um celular na beira da praia. Estou entrando em contato para devolver”, foi a mensagem que enviaram para a esposa de Kleiton, que estava entre os contatos salvos no aparelho. Claro que o goiano jamais esperava encontrar seu celular perdido, muito menos que o mesmo ainda estivesse funcionando. E que alguém encontrasse e o devolvesse então, jamais passou pela cabeça dele. Mas foi o que aconteceu.

José Barbosa, que encontrou o aparelho, se orgulha de sua atitude. “Desejo felicidades para eles por ter recuperado o telefone com umas fotos que ele ia mostrar para os amigos. Espero que ele goste. É uma coisa que não é da gente. Se fosse ficar com ele, ficava com a consciência pesada. E se alguém encontrasse um objeto seu e devolvesse você ia agradecer muito”.

O aparelho foi enviado pelos Correios e, dois anos depois, Kleiton recuperou seu celular perdido. Disso tudo, ficou uma grande lição segundo a esposa dele. “Isso é uma prova que por pior que seja a situação ou como esteja, tem jeito, tem gente de bem no mundo. Tem gente que faz o bem sem olhar a quem, sem querer nada de volta, nada”, afirmou. “Eu gostaria, na realidade, que eles fossem vistos porque quem teve a hombridade em tudo foi da parte deles, de procurar, de correr atrás”, conta.

José Barbosa e sua esposa, Riseuda, que encontraram o aparelho e devolveram

Bem que atos assim deveriam ser tão comuns que não precisassem virar notícias, não é mesmo?

Fotos: Reprodução/TV Anhanguera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *