Já pensou em transformar as cinzas de entes queridos em um disco de vinil?
16 de outubro de 2017
Governo do Ceará e Prefeitura de Caucaia inauguram maior UPA do Estado
16 de outubro de 2017

Casos reais e curiosidades sobre o casal Warren

Quem acompanha a gente aqui no Pátio Hype ou curte filmes de terror, já deve ter ouvido falar no casal Warren. Ed e Lorrane Warren são, respectivamente, um demonologista e uma clarividente que trabalharam para resolver casos de atividades paranormais e possessões. Muitos de seus casos acabaram servindo de inspiração para filmes de grande sucesso, como, por exemplo, Horror em Amytiville. Foram os Warren que descobriram o que havia por trás dos estranhos acontecimentos e o assassinato ocorrido naquela casa: ela havia sido construída sobre um antigo cemitério indígena.

Hoje, continuando nosso especial #MêsdoTerror, vamos falar um pouco mais sobre os casos reais do casal Warren que inspiraram filmes – claro que a boneca Anabelle está no meio – e outras coisas mais. Por exemplo: vocês sabiam que nos fundos da casa do casal há um museu dedicado ao ocultismo e aos objetos possuídos que eles resgataram?

Para começar, Ed e Lorrane Warren são respeitados por todos no meio do ocultismo, devido aos seus estudos na área. São eles os fundadores de um centro de  pesquisas psíquicas, chamado de New England Society for Psychic Researchgations (N.E.S.P.R.), referência em estudos de ocultismo, demonologia, paranormalidade e afins. Ou seja, a coisa é séria!

Infelizmente, em 2006 Ed Warren faleceu. Porém Lorraine continua ativa, investigando casos de para normalidade, possessões e afins, e conta com um de seus assistentes do centro de pesquisa como ajudante.

O museu do ocultismo

Como falamos mais no começo, um dos principais legados dos Warren é, sem dúvidas, o museu que construíram nos fundos de sua casa. Chamado de Warren’s Occult Museum – ou Museu do Ocultismo dos Warren -, ele é repleto de objetos que, segundo o casal, foram encontrados nos mais de 10 mil casos em que eles já trabalharam. Desde tabuleiros de ouija – aqueles utilizados para se comunicar com os mortos – a bonecos de vodu, a “coleção” do local é grande.

Um dos objetos mais desconcertantes do museu é uma caixa Dibbuk. As caixas Dibbuk eram caixas de madeira nas quais os judeus aprisionavam demônios. Ela jamais deveria ser aberta. Uma vez uma garota comprou uma caixa dessas sem saber do que se tratava em uma venda de garagem. Após abri-la, seu temperamento se tronou extremamente violento. Essa caixa hoje está no museu Warren e claro, longe das mãos de qualquer pessoa que possa vir a ser receptáculo do demônio lá aprisionado.


O espaço é aberto ao público, porém o que se pede é que nenhum visitante toque em absolutamente nada e que todos tenham o máximo de respeito pelos objetos ali encontrados. Por que será, hein?

A boneca Anabelle

Também é no museu dos Warren que está a verdadeira boneca Anabelle. E cá para nós, ela não se parece em nada com a do filme! Porém não se deixe enganar pelo jeito meigo da bonequinha de pano. Ela é sim possuída e Lorraine conta que, mesmo trancada em uma caixa de madeira no museu, ela ainda consegue dar um jeito de aprontar das suas.

Boneco das Sombras

Mas ela não é o único boneco amaldiçoado do local. Há ainda um boneco conhecido como Boneco das Sombras. Segundo os Warren, ele estaria possuído por um Carazi, uma entidade que observa as pessoas e as ataca enquanto dormem. Desde insônia e pesadelos a arranhões e alucinações, o carazi faz a pessoa pensar que enlouqueceu.

A Invocação do Mal

Os dois filmes da franquia são inspirados em casos para lá de reais investigados pelos Warren. No primeiro, temos o caso da família Perron. Eles resolveram comprar uma casa em um terreno lindíssimo. Porém não sabiam que ele estava amaldiçoado por uma bruxa. E quem vivesse lá morreria de forma trágica. Já o segundo filme é inspirado em um caso famoso de possessão.

No final da década de 70, na cidadezinha de Enfield, na Inglaterra, duas garotinhas passaram a viver experiências sobrenaturais dentro de casa. O caso ficou tão famosos que há vários vídeos disponíveis na internet com entrevistas tanto com a família envolvida quanto com o próprio casal Warren falando dos acontecimentos.

O futuro Warren

As histórias do casal Warren são muitas e certamente continuarão a servir de inspiração para filmes. Inclusive, já está confirmada a produção de A Invocação do Mal 3, porém ainda não se sabe qual caso será utilizado como base. Hoje em dia, Lorraine Warren colabora com o programa Paranormal State, do canal Biography Channel. Quando a equipe de investigadores do programa não conseguem resolver um caso, sempre contam com a ajuda de Lorraine para fazê-lo.

A gente admite: somos fãs do casal Warren! E vocês?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *