Vem aí mais um Festival Cuca Independente
3 de novembro de 2015
Monobloco na Santa Praia!
3 de novembro de 2015

Assistir a filmes sempre é um ótimo programa para os finais de semana, não importa se no cinema ou em casa. O importante mesmo é que o filme seja bom e que a pipoquinha esteja bem ali do lado, ao alcance das mãos!

Que tal então unir o útil ao agradável e aproveitar esse gosto pelo cinema para assistir a filmes que possam nos ensinar algumas lições importantes sobre sustentabilidade e como cuidar bem do nosso meio ambiente? Você aprende se divertindo e se diverte aprendendo.

O No Pátio traz hoje dicas de filmes sobre sustentabilidade, que de alguma forma abordam este tema e que prometem nos fazer refletir mais sobre os problemas pelos quais o nosso planeta vem passando, nos ensinar a cuidar melhor dele e nos fazer entender porque é tão importante preservar a natureza. Vamos conferir?

Filmes infantis:

Bambi (1942)

filmesmeioambiente_nopatio2

A preservação da natureza é o tema central do filme. Bambi, um filhote de veado, é obrigado a se virar sozinho depois que sua mãe é morta por caçadores. Ele faz novos amigos e mostra que, além de sobreviver, é preciso aprender a se defender em um mundo tão hostil. Uma bela história para incentivar os pequenos a cuidarem das florestas para que animais, assim como o Bambi, possam viver tranquilos.

Mogli – O Menino Lobo (1967)  

filmesmeioambiente_nopatio3

O menino é criado por lobos da floresta, que o enviam para a tribo dos homens para protegê-lo de um tigre, o Shere Kahn. Durante a sua jornada, Mogli faz vários amigos, incluindo o urso Balu, que lhe ensina a filosofia do “somente o necessário”. Além de criticar o consumo exagerado, o filme mostra que é da natureza que tiramos o nosso sustento e, portanto, é preciso preservá-la.

Vida de Inseto (1998)

filmesmeioambiente_nopatio4

O filme apresenta o mundo dos insetos e a importância das formigas para o ecossistema. Como elas são pequenas, passam despercebidas pelos nossos olhos. Em Vida de Inseto é possível acompanhar o dia a dia em um formigueiro, além de torcer para que a formiguinha Flik consiga ajudar seus amigos a se livrarem dos gafanhotos que os oprimem.

Tarzan (1999)  

filmesmeioambiente_nopatio5

O rei das florestas é criado por gorilas. Ele vive em harmonia com os animais, até a chegada de uma tripulação e de Jane, a mulher por quem se apaixona. Mas, mesmo em contato com a civilização, Tarzan prefere a vida nas florestas. É um filme que prega a preservação da natureza e lança uma crítica à vida urbana exagerada.

Wall-E (2008)  

filmesmeioambiente_nopatio6

Mostra os impactos causados pelo lixo e a necessidade de reciclar. Em um futuro distante, a Terra está totalmente devastada e desabitada. Por aqui, só restou um robozinho (Wall-E) que tem a função de organizar a bagunça deixada pelos seres humanos. Enquanto isso, as pessoas vivem em um cruzeiro espacial e ficam tão sedentárias que acabam engordando exageradamente e mal conseguem andar sem a ajuda de aparelhos. O filme deixa a mensagem de que cada um é responsável pelos resíduos que produz e um alerta: é necessário reduzir a produção de lixo no mundo.

Filmes para adultos:

Erin Brockovich (2000)  

filmesmeioambiente_nopatio7

Ganhador de Oscar e Globo e Ouro, o drama é baseado em fatos reais e conta a história de Erin Brockovich, uma mãe solteira e desempregada que torna-se uma assistente legal e, praticamente sozinha, derruba uma empresa de energia californiana acusada de poluir o abastecimento de água de sua cidade

O Dia Depois do Amanhã (2004)

filmesmeioambiente_nopatio8

O aquecimento global aciona a vinda de uma nova era glacial, tornados arrasam Los Angeles, um maremoto submerge Nova Iorque e todo o hemisfério norte começa a congelar. O climatologista Jack hall (Dennis Quaid), seu filho Sam (Jake Gyllenhaal) e um pequeno grupo de sobreviventes precisam enfrentar a tempestade e manter-se vivos para encarar um inimigo mais poderoso do que qualquer outro já enfrentado – a mãe natureza.

A Era da Estupidez (2009)

filmesmeioambiente_nopatiocapa

O filme é um misto de documentário, ficção e animação e conta a história da destruição da Terra, causada pela insensatez da humanidade. O enredo se passa em 2055, num ambiente cheio de elementos de ficção, animações e realidade. Num grande espaço no Ártico é encontrado tudo o que existe produzido pela humanidade. O arquivista do local conduz a narrativa da história e questiona a capacidade humana em diversos momentos. Nesse cenário são contadas histórias paralelas que abordam a pobreza, desperdício, guerras e todos os problemas ambientais.

Documentários:

Uma Verdade Inconveniente (2006)

filmesmeioambiente_nopatio10

O documentário idealizado pelo ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore, fez tanto sucesso que ganhou o Oscar de Melhor Documentário em 2007. Muito embora alguns cientistas discordem sobre as reais causas do aquecimento global, o filme traz uma análise da atual situação do clima na Terra com números importantes e algumas constatações “inconvenientes”. Al Gore propõe um olhar mais preocupado ao que está acontecendo em relação às mudanças climáticas.

A Última Hora (2007)

filmesmeioambiente_nopatio11

Produção de Leonardo Di Caprio, A Última Hora discute os problemas ambientais que vivemos e, diferente de outros documentários, apresenta um conjunto de soluções práticas para restaurar os ecossistemas do planeta. O filme contou com a contribuição de mais de 50 cientistas, ativistas ambientais e políticos, entre eles o físico Stephen Hawking, a vencedora do Prêmio Nobel da Paz Wangari Maathai e o jornalista Paul Hawken.

Food, Inc. (2008)

filmesmeioambiente_nopatio12

O documentário Food Inc apresenta a realidade por trás das indústrias de alimentos, que dificultam ao máximo que os consumidores saibam a verdadeira origem do que estão comprando ou ingerindo. A realidade que a indústria pretende esconder a todo custo é baseada em um cenário perverso: uma vida de sofrimento, tortura e confinamento de animais que são explorados para o consumo humano.

A Enseada (2009)

filmesmeioambiente_nopatio13.1

Premiado em vários festivais de cinema pelo mundo e vencedor do Oscar 2010 como Melhor Documentário, o filme denuncia a matança de golfinhos na costa do Japão com imagens e dados que chocam. A maior parte é filmada na cidade de Taiji, onde a equipe enfrenta todos os tipos de perseguições e proibições para fazer imagens e coletar informações sobre o assunto. A estimativa é que 23 mil animais são mortos por ano no país. As autoridades japonesas sugerem que os golfinhos (que comem peixes) são responsáveis pelo declínio da pesca mundial e, portanto, a caça “é controle de pragas”.

Lixo Extraordinário (2010)

filmesmeioambiente_nopatio14

O trabalho de Vik Muniz, artista plástico brasileiro que vive nos EUA, chegou a Jardim Gramacho, um dos maiores aterros de lixo do mundo, localizado no Rio de Janeiro. A ideia era conhecer a realidade em que viviam os catadores do lugar e mostrar como o elemento básico com o qual trabalham todos os dias – o lixo – pode se transformar em arte. O interessante do projeto é que a renda acumulada com a venda de obras produzidas no local foi revertida para a própria comunidade de catadores, o que mudou a vida de muita gente. O filme expõe os impactos sociais e ambientais dos desperdícios gerados diariamente em toda a sociedade. Foi indicado ao Oscar de Melhor Documentário em 2010.

Filmes foram feitos para nos entreter, mas também podem ser fontes de muitas informações e conhecimentos novos. Não deixe esses filmes de fora dos seus dias de cinema em casa e saiba o tamanho da importância do meio ambiente e nossos animais e como podemos ajudar na sua preservação.

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *