Kylie Jenner – Esteticista da famosa conta detalhes sobre preenchimento labial
10 de janeiro de 2019
10 penteados queridinhos de Bruna Marquezine!
10 de janeiro de 2019

A leitura nos dá a oportunidade de embarcar em incríveis viagens e ainda nos proporciona o ganho de muito conhecimento. No entanto, diversas pessoas não valorizam os antigos nomes da literatura e se prendem apenas aos livros mais vendidos do momento. Para fugir disso, hoje iniciamos no Hype a primeira parte de uma lista com 10 clássicos mundiais que não podem faltar na prateleira de ninguém; olha só!

1 – Odisseia
Odisseia é um poema épico que narra os grandes acontecimentos da Grécia Antiga, mas que não tem comprovação histórica, já que o texto foi produzido segundo relatos seculares do povo grego. O livro é a continuação da Ilíada, em que Homero descreve, de forma bastante original, como teria sido a Guerra de Troia. Em Odisseia, o leitor embarca em uma aventura e acompanha a jornada do herói grego Odisseu, também conhecido como Ulisses, a caminho de Ítaca, sua terra natal, depois do fim da Guerra de Troia.

2 – Dom Quixote
Escrito pelo espanhol Miguel de Cervantes, Dom Quixote teve sua primeira edição publicada em 1605 e é um dos maiores e mais populares clássico da literatura mundial. A obra conta a história de Dom Quixote de La Mancha, um fidalgo que começou a confundir realidade com fantasia, após muitos anos se dedicando à leitura de romances de cavalaria. Na companhia de Sancho Pança, seu amigo e fiel escudeiro, Dom Quixote inicia uma jornada épica.

3 – O Morro dos Ventos Uivantes
Único romance da escritora britânica Emily Brontë, O Morro dos Ventos Uivantes é uma narrativa contada pela governanta Ellen Dean, que descreve, a partir do vê e vivencia em uma propriedade rural do Condado de Yorshire, na Inglaterra, os acontecimentos que rodeiam a vida de uma família.

4 – O Primo Basílio
O Primo Basílio é uma obra escrita por Eça de Queirós, que também é autor de clássicos como Os Maias e O Crime do Padre Amaro. O livro é um dos principais títulos do realismo português e traz uma história intensa de paixão, ciúme e traição, além de um retrato bem realista da vida burguesa do século XIX.

5 – Madame Bovary
Publicado em 1897, Madame Bovary foi escrito pelo francês Gustave Flaubert e é considerado um dos primeiros representantes do romance realista. O livro causou grande impacto na sociedade da época, pois, como em O Primo Basílio, o autor descreveu detalhes da vida burguesa, como casamentos mal-sucedidos e relações extraconjugais.

Não perca tempo, vá até a livraria mais próxima ou pegue emprestado e mergulhe nas páginas desses grandes livros da literatura mundial. Descubra um rico universo de linguagens!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *