O circuito cultural do Sobral Cidade das Artes
17 de novembro de 2016
A riqueza cultural nordestina no Ceará Show
17 de novembro de 2016

Cuidado com a dor de cabeça: Sinais que você não pode desprezar


Dor de cabeça é terrível, isso é fato! E embora haja pouco a ser dito sobre essa dor devastadora ou latejante no crânio, que faz qualquer um estremecer ou gemer só de se lembrar dela, as dores de cabeça dizem muito sobre uma pessoa.

Normalmente, a dor de cabeça passa depois de algum tempo e não é nada sério. Mas ela pode indicar que você está fazendo algo que não é bom para a saúde do seu corpo e também ser um aviso, um sinal de altera, de algo mais sério está acontecendo.  Abaixo, o Pátio Hype listou quando você deve se preocupar com sua dor de cabeça e quais sinais você não pode desprezar.

TIPOS DE DORES DE CABEÇA PERIGOSAS

Há mais de uma dúzia de tipos de dores de cabeça. A maioria delas são inofensivas e simplesmente ocorrem em resposta a um estímulo. No entanto, existem algumas que requerem uma atenção imediata e cuidados médicos. Estes são os tipos de dores de cabeça para os quais você deve ter atenção especial:

dor-de-cabeca-2

– Dores de cabeça que pioram quando você acorda;

Dor de cabeça depois de uma pancada;

– Forte e rápida dor de cabeça: uma insuportável dor de cabeça, muito intensa, que atinge um nível de dor muito alto dentro de um minuto.

CAUSAS DE DOR DE CABEÇA GERADAS PELO ESTILO DE VIDA

– Não comer o suficiente;

– Desidratação;

– Postura incorreta na estação de trabalho;

– Fadiga ocular.

Se você não tem certeza de que sua dor de cabeça precisa ou não de cuidados médicos, observe então estes sintomas, eles podem indicar algo mais sério:

– Alterações na visão e/ou na fala;

– Perda de memória, confusão mental;

– Dificuldade de movimentação;

– Falta de ar;

– Ânsia;

dor-de-cabeca-3

– A dor exige que você frequentemente vá para a cama ou obrigam você a abandonar aulas, trabalho e outras obrigações;

– A frequência, a severidade e a localização da dor variam;

– Ocorre todos os dias;

– Piora dia após dia;

– É desencadeada por atividade física;

– É diferente de qualquer outra dor de cabeça que você já teve antes;

– É acompanhada de febre;

– É acompanhada de náuseas ou vômitos;

– É acompanhada de dor muscular/ torcicolo.

Estar atento e conhecer o seu corpo pode ajudá-lo a entender quando você precisa de assistência médica e quando uma dor de cabeça é mais grave do que parece. Portanto, se você está tendo mais de quatro crises de dor de cabeça por semana, ou está tomando analgésicos em excesso, ou diariamente, deve procurar tratamento adequado.

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *