Dica do dia – Jogo Roleta Cassino na Zona Criativa!
22 de novembro de 2016
Hype da Semana – Nossas dicas e indicações!
22 de novembro de 2016

Não é nenhuma novidade dizer que os cabelos coloridos estão na moda. Isso todo mundo sabe. Várias atrizes, cantoras e modelos – isso sem falar nas blogueiras e digital influencers – estão pintando suas madeixas nas mais variadas cores. Eu mesma sempre pintei o cabelo desde adolescente. Ele já passou por todos os tons de ruivo – do acobreado natural ao vermelhão – e também já foi laranja, loiro, preto, roxo, mechas rosas e claro, da cor original dele, castanho.

O negócio é que nunca tinha pintado tão radicalmente. Quando pintava colorido, na adolescência, eram mechas que eu mesma descoloria em casa e depois, usava o bom e velho papel crepom na água para dar a cor. E óbvio que ficava uma meleca, mas quando a gente tem 15 anos, qualquer coisa que deixe a gente diferente está valendo, não é mesmo? Mas daí veio a vida adulta e parei nos ruivos. E sempre pintando em casa. Aprendi esta “arte” depois de várias decepções com os cabeleireiros. Ou a cor não saía como eu queria ou eles acabavam com meus cabelos. E cá para nós, se tem uma parte do corpo que eu cuido para caramba é o cabelo.

Pois bem, quando “inventamos” o novo quadro Desafio Hype aqui no portal e logo eu recebi o desafio de pintar o cabelo, à primeira vista parecia algo simples, afinal, pintar o cabelo é comigo mesmo. Mas seria de roxo! E teria que descolorir tudo! Aí sim bateu a aflição.Por que descolorir não é para qualquer um e nem qualquer salão. Uma amiga, um tempo atrás, foi pintar o cabelo de rosa num salão famoso da cidade e eles simplesmente de-to-na-ram os lindos e finos cabelos dela. Mas, vamos lá, né? Afinal, cabelo cresce… E eu fui! hahaha!

makeover-lua-santos-nopatio

 

O primeiro passo para ter cabelos coloridos é se perguntar o quanto você está disposta a dispensa de tempo e dinheiro para cuidar deles. Antes mesmo de descolorir. É preciso deixar os fios saudáveis para que eles não sofram tanto com a descoloração. O meu estava ok, porque, como eu disse, sempre cuidei dele. A hair stylist Carol Mamede, do Rituale It Space,  foi a responsável pela transformação. Meu cabelo estava tricolor: raiz virgem, comprimento ruivo e pontas azuis. O que deu um bom trabalho para ela na descoloração. Antes de tudo, um bom corte que ele estava precisando. Dica: vá trabalhada na paciência, mas não tente descolorir o cabelo em casa! É um processo que requer muito controle de tempo e precisão na aplicação do descolorante. Então, não tem como fazer sozinha em casa.

 


makeover-lua-santos-2

Como foi?

Cabelo cortado e descolorido, era hora de aplicar a cor. A Carol perguntou se podia dar uma ousada e como eu confio plenamente nela, disse para ela se jogar que estava valendo. Ela aplicou uma mistura de roxo e rosa nos fios. Enquanto a tintura agia, gravamos uma super entrevista com ela. Confiram:

Como vocês viram, não é simplesmente descolorir e pintar. É preciso ter cuidado. Infelizmente, quem faz alisamento não deve arriscar a descoloração. São muitas químicas e o resultado pode ser desastroso. Por isso é importantíssimo você fazer esse processo em um salão e ser franca com a colorista: se fez qualquer química, seja alisamento ou tintura, ela precisa saber para ter uma ideia de como o descolorante vai reagir.

makeover-lua-santos-3

Como ficou?
Muitas horas depois, era tempo de ver o resultado. Meu primeiro medo era sentir o cabelo ressecado, mas os produtos usados foram incríveis e não ressecou nadinha. Ouso dizer que meu cabelo ficou melhor depois da descoloração do que era antes! Juro! Nunca senti ele tão macio!!! E que mistura de cores foi essa? Esse rosa na franja e o roxo em degradê atrás! Para as outras mulheres do salão, em questão de horas, fui de “a louca que estava descolorindo o cabelo” para “a corajosa que está com um cabelo incrível”. Mãe amou, chefa amou, namorado amou e claro, eu amei. Ter cabelo colorido dá uma autoestima ma-ra-vi-lho-sa! Recomendo!

fullsizerender

Mas claro… No salão!

E para manter?
Bom, depende de cada cabelo. Geralmente, com cerca de 20 dias a tinta fantasia desbota. Mas meu cabelo é do tipo que não segura essa barra que é gostar de você babyliss, mas agarra pigmento, então, mais de um mês depois, o roxo ainda está aqui, firme e forte. Cabelo ainda saudável porque segui cuidando. Em resumo: desafio aceito e feito!

Para saber mais sobre como aconteceu todo o procedimento do desafio “Extreme MakeOver”, dá só uma conferida no vídeo que produzimos lá no Rituale It Space…;)

Agora é partir feliz da vida pro próximo Desafio Hype! E aí? O que vocês sugerem??? :))

Serviço:
Rituale It Space
Rua Almeida Prado – 1211 | Bairro Cocó
85 3265-3857 / 9 8685-2038 / 9 9945-5817
www.rituale.space
Facebook: @RitualeITSPACE
Instagram: @ritualeitspace

Fotos e vídeo: Lua Santos e Lívia Saboya

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *