7 músicas sertanejas para sofrer por amor nos dias de roedeira
17 de abril de 2018
Inibidores de Apetite Naturais – 5 alimentos que te ajudarão a emagrecer!
17 de abril de 2018

Desfralde Consciente – Saiba como promover sem desrespeitar o tempo da criança!

A principal regra quando trata-se de desfralde é: respeite o tempo do seu filho. Assim como para andar, falar e escolher quais alimentos ele quer comer, também existe o tempo certo para o desfralde. E entender esse tempo, é ter consciência de que, se feito de maneira errada, pode traumatizar a criança ou causar prisão de ventre, por exemplo.

Muitas fontes de informação afirmam que o desfralde deve acontecer a partir dos dois anos, porém, varia de criança para criança. É preciso manter-se atenta para perceber os sinais, com paciência e disposição para compreender todo o processo de desenvolvimento. Esqueça aquelas receitas, por exemplo, a que você deve começar pelo desfralde diurno e em seguida, passe para o desfralde noturno.

Bom, para saber como realizar o desfralde sem desrespeitar o tempo do seu pequeno, desliza um pouco mais e confere!

1.Primeiros sinais

Quando a fralda se torna inútil e obsoleta, ou seja, o seu bebê começara a avisar que defecou, pedirá ajuda para usar o vaso sanitário ou ir ao banheiro junto com você, se incomodar com a fralda ou chorar quando tiver com cocô na fralda são alguns dos sinais de que o seu pequeno está em processo de desfralde. Porém, não quanto tempo irá durar.

2.Controle do esfíncter

O esfíncter é uma estrutura muscular que possibilita o fechamento ou a abertura do canal natural. Quando o seu filho estiver controlando o esfíncter, é sinal de que já está pronto para o processo de desfralde. E quando ele começa a ter esse controle? A partir do momento que ele consegue pular com os dois pés. Entretanto, o controle trata-se de quando a criança quer urinar ou defecar e chega a tempo até o banheiro. É importante ressaltar, que em alguns momentos a urina e as fezes vão fugir do controle, até porque é mais fácil haver o controle quando está acordado, do que dormindo. Portanto, conversa e acolhimento é essencial para começar o processo emocional de amadurecimento que a criança tem sobre o seu corpo.

3.Desfralde forçado gera traumas

Podem ser traumas emocionais, como o medo de não conseguir segurar ou de não conseguir liberar, assim como traumas fisiológicos, como a incontinência urinária e a diurese noturna. O medo pode resultar na prisão de ventre e fará com que a criança evite ir ao banheiro e tenha que voltar para a fralda. O desfralde consciente promove a autoconfiança e o autoconhecimento do pequeno.

4.Como promover o desfralde com consciência

Compreensão, apoio, acolhimento, diálogo, empatia e respeito é algumas virtudes que os pais devem ter com as crianças nesse período. A pressão na escola aumentou? Nada de ceder. Ao pressionar a criança fará com que ela se sinta atrasada. Portanto, lembre-a que está tudo bem e ela poderá escolher se usará ou não fralda. Redutor de assento, penico ou mictório infantil ajudam no desfralde. Conte histórias sobre o tema para a criança e mantenha a atenção para contribuir e não forçar a criança, certo?

Já passou por essa fase mamãe? Compartilha com a equipe Hype quais são as suas dicas e como aconteceu com o seu bebê, é só comentar logo abaixo!

Fotos: Reprodução

Os comentários estão encerrados.