10 passos para organizar as finanças em caso de desemprego
17 de agosto de 2016
Alteração no Supersimples traz segurança ao investidor anjo
18 de agosto de 2016

O consumo desenfreado e a falta de conhecimento sobre reciclagem são fatores que contribuem para a quantidade gigantesca de lixo produzido pelo brasileiro anualmente. O processo é longo, mas a conscientização é necessária. Pesquisas apontam que do total produzido em casa, apenas 2% do lixo é destinado à coleta seletiva – o que impacta em cerca de R$8 bilhões de prejuízos ao país por ano.

Para quem pensa que contribuir para a preservação do meio ambiente e adotar práticas cotidianas mais sustentáveis é uma tarefa difícil, preparamos uma lista de criar alternativas eficazes para diminuir a geração de resíduos em casa mesmo. Veja que são dicas simples para adotar no dia a dia!

COMPOSTE OS RESÍDUOS ORGÂNICOS

coleta seletiva 2

Que tal criar sua própria horta em casa? É saudável e sustentável. Aproveite e adote uma composteira (sistema para armazenar matéria orgânica como restos de frutas e verduras e cascas de ovos que, decompostos por bactérias e fungos, transformam-se em fertilizante) para aproveitar os resíduos orgânicos gerando adubo para nutrir a terra de vasinho e canteiros.

MENOS DESCARTÁVEIS E EMBALAGENS

Em casa, esqueça de vez copos, pratos e talheres descartáveis e sempre dê preferência a itens com maior vida útil. Outra dica é estar sempre atento ao volume de embalagens que acompanha certos produtos: toda embalagem vira lixo muito rápido e deve ser evitada. Prefira comprar alimentos a granel, abasteça-se com frutas e verduras das feiras livres e adote materiais de limpeza e cosméticos que possam ser reabastecidos com refil.

EVITE O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS

Antes das compras, é importante se planejar e saber exatamente do que se precisa. Já na hora de cozinhar, devemos levar à panela apenas o necessário. É importantíssimo ficar ligado no aproveitamento máximo das frutas, verduras e dos legumes. Cascas, folhas e talos são ricos em vitamina e não devem ser jogados fora, por exemplo.

MANTENHA O GUARDA-ROUPA SUSTENTÁVEL

Abra o armário e seja extremamente crítico: quantas roupas e sapatos estão guardados ali há muito tempo sem que você os use? Chegou a hora de partir para uma mudança radical. Troque, venda, doe ou repasse tudo o que você não quer mais. Tudo mesmo! O que não serve para a gente, sempre serve para alguém. O inverso também vale: na hora de renovar o vestuário, uma alternativa descolada e econômica é comprar roupas usadas, à venda em brechós.

coleta seletiva 3

O No Pátio sempre traz matérias que comprovam que a coleta seletiva é o primeiro e o mais importante passo para fazer com que vários tipos de resíduos sigam seu caminho para reciclagem ou destinação final ambientalmente correta, pois o resíduo separado corretamente deixa de ser lixo.

Além de gerar renda para milhões de pessoas e economia para as empresas, a coleta seletiva também significa uma grande vantagem para o meio ambiente, uma vez que diminui a poluição dos solos e rios. Se você está sem ideias para reaproveitar seu “lixo” corre em nossos posts de Faça Você Mesmo. Criatividade é o que não falta!

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *