10 mentirinhas que os homens contam!
6 de julho de 2011
“Pequenos Espiões 4” trará cheiros para as salas de cinema
7 de julho de 2011

Estamos vivendo a idade da pedra!

Quem disse que não estamos vivendo na idade da pedra? Estamos vivendo a idade de outras pedras, o Crack e o Oxi. Essas drogas estão vitimando inúmeros jovens das mais variadas classes sociais.

O Crack é uma forma impura de cocaína e não um sub-produto. O nome deriva do verbo “to crack”, que, em inglês, significa quebrar, devido aos pequenos estalidos produzidos pelos cristais (as pedras) ao serem queimados, como se quebrassem.

E quebram! Quebram o futuro, destrói o presente e apagam o passado da memória dos usuários. Comparo esses usuários aos homens das cavernas que agiam sem pensar porque ainda não tinham o entendimento e é assim que ficam os usuários, escravos do vicio.
A grande diferença do oxi para o crack está na sua composição química. Para transformar o pó em pedra, o crack usa bicarbonato de sódio e amoníaco. Já o oxi, com o objetivo de baratear os custos – e atingir um número maior de usuários –, leva querosene e cal virgem.

Querosene e cal virgem são substâncias corrosivas e extremamente tóxicas. Por isso, o consumo do oxi pode levar à morte mais rápido que o crack – no qual o que é realmente nocivo é o princípio ativo da droga.

O problema ai não é policial e sim de educação e de saúde publica. A geração preocupada com o próprio umbigo não percebe que o problema da droga é falta de ação e de incentivo publico.

Educação integral de qualidade resolveria o problema da ociosidade da juventude, sendo assim ficaria mais complicado para os traficantes recrutarem esses jovens, clinicas para internamento para a reabilitação desses viciados também ajudaria neste longo caminha de cura.

Ao longo de minha caminhada venho acompanhando projetos sociais em bairros de minha cidade vejo a vontade de algumas pessoas de salvar jovens, vejo a vontade de algumas pessoas de reabilitar uma pessoa que está perdida no fundo do poço das drogas. Agora não vejo vontade de empresas multinacionais com a mesma vontade, vejo pouco ser feito pelo poder publico e privado.

Gente, o grande fator incentivador da violência é a droga, então chamo todos para combatermos esse mal… A luta é nossa e o beneficio será de todos!

0 Comentários

  1. jorge albuquerque disse:

    Parabéns Júlio!! Artigo muito bom !

  2. Mauricio Cals disse:

    Boa reflexão Julio. Quero apenas lembrar que a origem da violência são os desvios do dinheiro público por políticos gananciosos. E como na imensa maioria das vezes ficam impunes…a situação tende a piorar!
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *