Internautas utilizam parcela do 13º salário para pagamento de dívidas
12 de julho de 2016
Gil Soares e convidados em show beneficente
12 de julho de 2016

Estão abertas as inscrições para a 1ª pós-graduação em nutrição vegetariana do País

Com motivações diferentes, cada vez mais jovens aderem a dietas que refletem também um modo de vida. Nesse contexto, dietas alimentares como o vegetarianismo, veganismo e crudivorismo ganham cada vez mais espaço e, com elas, surge a necessidade de profissionais capacitados para orientar os adeptos desses movimentos.

De olho nessa tendência, a Faculdade de Santa Helena, localizada em Recife, lança a primeira pós-graduação do Brasil focada em nutrição vegetariana. Voltado para nutricionistas, médicos e demais profissionais da área da saúde, o curso foi montado em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). Para permitir a participação de pessoas de outras regiões do País, as aulas acontecerão sempre durante um fim de semana por mês.

Quem aderiu ao vegetarianismo sabe que não é fácil encontrar um nutricionista que entenda o conceito e seja capaz de ajudar nas melhores escolhas alimentares. Visando preencher essa lacuna, a primeira turma de pós-graduação em nutrição vegetariana do Brasil promete fazer a diferença no ramo alimentício.

Com aulas teóricas, lições de práticas culinárias e de atendimento clínico, o curso ainda contará com professores de todo o País, com mestrado e especialização na área. Entre as disciplinas da especialização estão:

– Nutrição vegetariana para atletas;
– Nutrição vegetariana para gestantes e crianças;
– Interpretação de exames;
– Planejamento de cardápio;
– e Práticas fitoterápicas integrativas.

nutrição vegetariana 2

Segundo Tiago Barreto, Coordenador Acadêmico da SVB Recife, a pós será totalmente voltada para a alimentação sem nada de origem animal. “A ideia é fortalecer o uso do conceito vegetarianismo sendo sinônimo de vegetarianismo estrito. E já que é uma questão alimentar – apesar de serem apresentados conceitos sobre ética, meio ambiente, impactos sociais da alimentação (tem uma disciplina para isso) – usar o termo que mais se aplica.” – explicou Tiago.

Com duração de um ano e meio, o curso terá uma carga horária de 440 horas. A mensalidade é de R$575 ou R$402 para afiliados da SVB, sendo que até mesmo novos filiados podem aproveitar o desconto (a filiação tem um custo a partir de R$ 100 ao ano).

A primeira turma da pós-graduação em nutrição vegetariana, que deverá ter entre 25 e 30 alunos, começa em setembro. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail fsh@fsh.edu.br. As primeiras aulas devem ocorrer nos dias 24 e 25 de setembro.

 

 

 

 

 

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *