Praça do Ferreira recebe ações e serviços e ações voltadas à prevenção ao suicídio
12 de setembro de 2019
Oversized – Hailey Bieber nos mostra como usar a trend
12 de setembro de 2019

Fortaleza vence novas competições internacionais com projetos de Mobilidade Urbana Sustentável

Olha a nossa cidade mandando bem mais uma vez no quesito mobilidade! A capital cearense venceu, nesta semana, duas importantes competições para apoio e patrocínio a projetos de mobilidade urbana sustentável da Prefeitura que começam a ser implementados ainda em 2019. O primeiro foi anunciado nesta segunda-feira (09), em Toronto, no Canadá, durante a conferência “Desenhando Cidades”, da associação norte-americana National Association of City Transportation Officials (Nacto, EUA), denominado “Ruas para Crianças” ou Street for Kids, no original em inglês.

Com o resultado, Fortaleza receberá treinamentos de primeira linha para projetar ruas “amigas da criança”, alinhados com as melhores práticas internacionais na área. Vai obter, também, apoio financeiro para a execução do projeto Caminhos da Escola, já em fase de elaboração pela Prefeitura de Fortaleza, como parte do programa Missão Infância.

A ideia do Caminhos da Escola é implementar intervenções no entorno de escolas públicas municipais com melhorias de segurança viária e requalificação urbana priorizando as crianças, incluindo novas calçadas, travessias elevadas, nova sinalização de trânsito e ações lúdicas. Das 100 cidades que participaram da competição internacional, Fortaleza e outras três vão receber o mesmo apoio – Kigali, em Ruanda (na África), Santiago, capital do Chile, e Tirana, na Albânia (Europa Oriental). Outras oito cidades na África, Ásia, Américas Central e do Norte vão receber workshops para aprimorar o redesenho de ruas mais amigáveis às crianças.

O programa Caminhos da Escola tem como objetivo garantir a segurança viária de crianças nos seus deslocamentos diários, por meio da implantação de intervenções em áreas escolares. Para cada tipo de intervenção de desenho urbano será desenvolvido um projeto-piloto, levando em consideração as peculiaridades de cada entorno escolar. Poderão ser implementados, por exemplo, elementos de renovação, adequação e ajustes da sinalização viárias, requalificação e prolongamento de calçadas, implantação de travessias elevadas, áreas de paraciclos, novos semáforos para pedestres e limites de velocidade, iluminação em LED, requalificação de paradas de ônibus, promoção de campanhas educativas, entre outros. A intenção é que o entorno das escolas sejam áreas de convivência e brincadeiras.

“Se você cria uma rua que funciona para crianças, você cria uma rua que funciona para todos”, disse Janette Sadik-Khan, presidente da Nacto e diretora da Bloomberg Associates. “Colocar todos na rua em pé de igualdade é como as cidades podem liderar pelo design e alcançar padrões mais altos de cuidado urbano”, considerou. O programa “Ruas para Crianças” é patrocinado pela Fundação Bernard van Leer, Fundação FiA, Fundação Botnar e pela Bloomberg Philanthropies.

Consultoria em mobilidade urbana

O segundo reconhecimento veio do Instituto Sueco, uma fundação pública da Suécia, que selecionou a Prefeitura de Fortaleza para receber consultoria de um grupo de 40 “solucionadores de problemas” sobre um desafio de mobilidade urbana da cidade. O grupo é composto por start-ups, organizações governamentais do país europeu, universidades, além de ONGs especialistas em alternativas sustentáveis para o desenvolvimento das cidades. A consultoria terá duração de dois anos, sendo a primeira reunião desse grupo em Medellín, na Colômbia, nos dias 21 e 22 de novembro, e é apoiada por missões estrangeiras no Brasil, Colômbia e México, pela Business Sweden, ONU Habitat e KTH Royal Institute of Technology da Suécia, em cooperação com o Gather Festival, Enact e Impact Hub.

“Queremos apresentar nossos avanços, mas também desafios para tornar o transporte público cada vez mais atraente, confortável e seguro para os usuários. É determinação do prefeito Roberto Cláudio que o transporte público seja sempre a espinha dorsal da política pública de mobilidade urbana da Prefeitura de Fortaleza”, explica o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza, Luiz Alberto Saboia.

A política de Mobilidade Urbana Sustentável desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza é apoiada pela Bloomberg Philanthropies, por meio de um programa de segurança viária, a “Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global”. Em 2015, a capital cearense foi uma das dez cidades contempladas com o projeto e, hoje, conta com uma equipe de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte às ações do poder público municipal em melhorias no gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização, educação e comunicação.

Em todo o mundo estão participando do mesmo projeto as cidades de Accra, em Gana; Addis Abeba, na Etiópia; Bandung, na Indonésia; Bangkok, na Tailândia; Bogotá, na Colômbia; Ho Chi Minh, no Vietnã; Shanghai, na China; Mumbai, na Índia; além de Fortaleza e São Paulo, no Brasil.

Em junho deste ano, Fortaleza recebeu uma das maiores cúpulas da temática no mundo – o “Mobilize Summit”. Organizado pelo Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês para Institute for Transportation and Development Policy), com a parceria da Fundação Volvo para Educação e Pesquisa. A realização do evento na capital cearense foi parte do prêmio “Sustainable Transport Award” (STA, na sigla em inglês) conferido à cidade de Fortaleza ainda em 2018 por projetos inovadores para promoção da sustentabilidade no deslocamento urbano, por melhorar a mobilidade em geral da população, redução de gases do efeito estufa e melhoria da segurança e infraestrutura para ciclistas e pedestres.

Desde 2018, Fortaleza também participa de uma rede de cidades comprometidas com a mobilidade sustentável da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), denominada “Safer Cities Streets”, ou Ruas Seguras para Cidades em tradução livre. A parceria inclui o compartilhamento dados e melhores práticas e soluções em mobilidade sustentável adotado por 40 cidades que integram a iniciativa.

Que nossa cidade siga aplicando inovação e dedicação para solucionar os problemas da mobilidade urbana e que os bons exemplos sigam rendendo!

 

Fotos: Reprodução

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *