Educação de Sobral é tema de documentário e reportagem da Revista Superinteressante
29 de setembro de 2015
Personagem gay de Os Simpsons assume sua sexualidade
29 de setembro de 2015


O Grupo Uirapuru — Orquestra de Barro — ganhou neste ano um reconhecimento importante: foi um dos oito projetos vencedores do 28ª Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, ofertado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A orquestra, feita com instrumentos de barro e composta por jovens de Moita Redonda, do município de Cascavel, no litoral cearense, foi reconhecida como uma iniciativa que “mantém vivo o patrimônio e suas mais diversas formas de expressão” — o mote do prêmio.

O grupo, que surgiu em 2008, busca até hoje, por meio da música e da arte, o resgate dos direitos culturais por um caminho de cidadania e educação.  Promovendo assim a formação dos jovens e a preservação sustentável de seu patrimônio cultural.

Orquestra 2

Durante a cerimônia de premiação, que ocorrerá no dia 27 de outubro em Brasília, o grupo receberá a premiação no valor de R$ 30 mil. Na ocasião, além da homenagem, representantes do grupo participarão de mesas redondas, não só a fim de discorrer sobre o projeto, mas também acerca de temas como política cultural e gestão.

No total, 57 projetos foram avaliados e votados pela Comissão Nacional, e assim como na edição anterior, destacaram-se principalmente iniciativas da sociedade civil que ultrapassam a divisão classificatória entre patrimônio material e imaterial, utilizando-se das mais diversas plataformas e relações simbólicas para preservar o que reconhecem como patrimônio cultural. Neste ano, o órgão distribuiu pelo menos R$200 em incentivo as praticas de preservação e salvaguarda do patrimônio brasileiro.

Além do  projeto cearense, também receberam as honrarias por “promover e gerir” o Patrimônio Cultural o Re(vi)vendo Êxodos, do Distrito Federal, o Do Buraco ao Mundo: Segredos, rituais e patrimônio de um quilombo-indígena (PE) e o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros (GO).

Na categoria que premia a preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural, foram contemplados os projetos: Documentário Remeiros do São Francisco (MG); Ilé Omiojúàrò: Patrimônio Cultural (RJ); Preservação da Tradição e da Cultura do Centro Oeste Goiano através da trilogia de Bariani Ortêncio (GO); e Levantamento das casas enxaimel de Blumenau (SC).

 

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *