Moto-taxis poderão transitar pela faixa exclusiva de ônibus
29 de julho de 2015
Sobral investe na capacitação e formação de empresas júnior
29 de julho de 2015

Intolerância religiosa será alvo de debate na UFC


Você tem Deus no coração? Ou Alah? Ou Jeová? Ou Ogum? Ou simplesmente não crê em divindades? Todo mundo tem alguma crença ou não e isso é um direito legítimo, garantido por constituição. Todos têm o direito de se expressar e demonstrar a sua fé da maneira que quiser, desde que não ofenda o espaço ou crença alheios. Infelizmente, no Brasil, ainda existe muitos casos de pessoas que não respeitam a opinião do outro e querem, por fina força, que o seu modo de pensar prevaleça. Mas estes casos de intolerãncia devem e estão sendo combatidos aqui na Capital.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), promove o encontro Fortaleza Contra a Intolerância Religiosa, nesta sexta-feira, 31, no auditório da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). O encontro, organizado pela Coordenação de Promoção e Difusão de Cidadania e Direitos Humanos e pela Coordenação de Educação em Direitos Humanos, tem o objetivo de promover a cidadania e o respeito às crenças e o direito à não-crença, respeitando direitos individuais e coletivos.

A titular de Educação em Direitos Humanos, Eunice Siebra, afirma que “o encontro servirá para reunir lideranças e membros religiosos da cidade de Fortaleza para mostrar que suas crenças levantam a bandeira contra a intolerância religiosa, ratificando, assim, o amor, a união e o respeito à diversidade religiosa”. Para Allan Damasceno, coordenador de Promoção e Difusão, “a discussão é necessária tendo em vista os casos de violações de direitos humanos ocorridos em nome da fé”.

religiao02A discussão sobre o respeito pelas diversas manifestações religiosas tem pautado as ações da SCDH. No último dia 8 de julho, o órgão promoveu o evento “Eu visto branco, eu sou da paz” no Parque da Liberdade/Cidade da Criança (Centro). Na ocasião, com o olhar da cidadania, mais de 40 representantes do povo de santo discutiram a perseguição religiosa vivida pelos seguidores de matrizes africanas.

O encontro é realizado com a Coordenadoria Especial da Igualdade Racial da SCDH, em parceria com a União Espírita Cearense de Umbanda, Instituto de Difusão da Cultura Afro-Brasileira, Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde (Renafro) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/CE).

E que o Deus ou a divindade que reside no seu coração e na sua fé lhe traga um dia cheio de paz e de conquistas. Mas, se você não crê em nenhum, também não tem problema. Que você tenha um ótimo dia cheio de vitórias da mesma forma.

Serviço
Fortaleza Contra a Intolerância Religiosa
Dia 31/07 (sexta-feira)
Hora: 8h às 12h
Local: Auditório da Faculdade de Direito da UFC (Rua Meton de Alencar, S/N, Centro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *