Shows de Demi Lovato são cancelados. Veja como reembolsar o ingresso!
10 de agosto de 2018
5 documentários brasileiros para você assistir
10 de agosto de 2018

Já ouviu falar em hotel de divórcio? Pois ele existe sim!

Já disse o poeta que o amor deve ser eterno enquanto durar. Mas, quando ele acaba, não tem jeito: quem casou quer logo divorciar. Porém, por mais amigável que uma separação seja, um divórcio é sempre algo estressante e triste, certo? Bom, no que depender dessa empresa holandesa, a coisa não precisa ser assim…

Para a Divorce Hotel (ou Hotel de Divórcio, em português), é possível transformar o penoso processo de divórcio em algo mais tranquilo e, por que não, até relaxante e divertido.  E para isso, ela utiliza hotéis de luxo para que seus clientes passem por todo o processo de separação.

O programa funciona assim: o casal contrata a empresa que cuida de tudo para que o processo de separação seja finalizado em um fim de semana, de forma calma e positiva para ambas as partes. E como ela faz isso? Para começar, colocando o futuro ex-casal para se hospedar em algum hotel de luxo. A hospedagem inclui suítes confortáveis – separadas, claro!, além de vários mimos e atividades relaxantes como day SPA, piscina e outros ambientes agradáveis que os hotéis possuem.

Paralelamente a isso, o hotel de divórcio se apresenta como um ambiente neutro para o casal, e ainda oferece salas discretas para que as reuniões com os advogados aconteçam. Ou seja, entre uma massagem e um mergulho na piscina, o casal negocia os termos de sua separação.

A empresa também possui uma filial em Nova York e outra no Reino Unido. Segundo a Divorce Hotel, o método só traz benefícios para o futura ex-casal. Enquanto em um processo tradicional de divórcio não se sabe ao certo quanto tempo as negociações vão durar e nem quanto ele custará, com o uso do hotel de divórcio o casal sabe exatamente o tempo que tem para oficializar a separação.

Já imaginou entrar em um hotel casado, fazer o check-in, passar o final de semana e, três dias depois, sair de lá divorciado? Será que a moda pega no resto do mundo?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *