Feirão do Estudante começa hoje em Fortaleza. Evento auxilia na escolha da carreira
13 de outubro de 2017
Governo do Ceará e Prefeitura de Caucaia inauguram maior UPA do Estado
16 de outubro de 2017

Já pensou em transformar as cinzas de entes queridos em um disco de vinil?

Quando alguém muito especial morre, sempre queremos guardar alguma lembrança ou encontrar alguma forma especial de prestar uma homenagem a ela. Seja com uma imagem em uma camiseta ou mesmo um memorial, as ideias para deixar viva na lembrança aquelo ser especial são muitas.

Há quem guarde as cinzas da pessoa que se foi em uma urna e a deixe em uma estante de casa… Ou quem vá todas as semanas no cemitério para cuidar do túmulo no qual ela foi enterrada. Então, por que não, de repente, transformar os restos da pessoa amada que se foi em algo como um disco de vinil?

A empresa inglesa And Vinyly é a responsável por transformar as cinzas em disco de vinil. Na verdade, ela mistura essas cinzas ao material utilizado ara fabricar os discos. E detalhe: as cinzas não necessariamente precisa ser de um humano, pode ser do bichinho de estimação de alguém também! O disco de vinil pode ser completamente personalizado. A cor pode ser escolhida, as informações do disco – que pode ser a biografia de quem está sendo homenageada, tudo.

E não só um simples disco de vinil… Você ainda pode escolher o que será gravado na prensagem do disco. Podem ser as músicas favoritas de quem se foi… Pode ser a voz… Ou, quem você quer lembrar para sempre é o seu bichinho de estimação? O latido, miado ou o que quer que seja também vale!

O valor não é dos mais baratos: desde R$ 3.500 chegando a R$12 mil, dependendo da personalização. E segundo os donos da empresa, a procura pelo material é grande! Bom, sem dúvidas é uma forma bem bizarra de dar um novo sentido à vontade de ouvir novamente a voz da pessoa que morreu…

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *