criança musculosa
Criança musculosa de apenas 6 anos viraliza e divide opiniões
3 de junho de 2020
esculturas de areia
Artista que faz esculturas de areia hiperrrealistas impressiona
3 de junho de 2020

Lea Michele, atriz de Glee, é acusada de racismo por colegas de elenco

Lea Michele

Desde a última semana, depois do assassinato de George Floyd por um policial nos Estados Unidos, várias pessoas ao redor do mundo tem se unido em combate ao racismo. Anônimos e famosos têm protestado nas ruas e redes sociais contra o preconceito, mas, alguns parecem querer mesmo só ganhar popularidade com o movimento. Pelo menos foi isso que acusações contra Lea Michele, a eterna Rachel, de Glee, dão a entender.

Lea Michele

Tudo começou quando Lea fez uma postagem em adesão ao movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) em seu Twitter, apoiando os protestos antirracismo. Foi então que Samantha Marie Ware, que fez Jane Hayward na sexta temporada, não aguentou e respondeu de forma bem irônica o quanto tinha sido maltratada por Lea Michele nos bastidores: “Rindo muito. Você se lembra de quando fez da minha estreia na TV um inferno? Porque eu nunca esqueci. Eu acho que você disse a todo mundo que, se tivesse a oportunidade, ‘Cagaria na minha peruca’, entre outras pequenas agressões traumáticas que me fizeram questionar minha carreira em Hollywood”.

Respostas de outros colegas de elenco

Lea Michele não se pronunciou sobre a acusação. Mas outros colegas de elenco da atriz sim. Amber Riley, a Mercedes, compartilhou em seu perfil uma série de gifs irônicos, o que muitos entenderam como uma indireta ao caso.

Já Alex Newell, que viveu a inesquecível Unique, foi mais direto ao repostar o tuíte de Samantha com um gif dizendo “Pegue ela!”.

A resposta de Lea Michele

Ao final do dia, Lea Michele ainda não tinha se pronunciado sobre o caso, que acabou ganhando grandes proporções. Tanto que, no final da última terça-feira (02), uma das marcas que patrocinavam a atriz anunciou o encerramento de contrato. Foi então que na manha desta quarta (03), Lea resolveu se pronunciar. Através de um comunicado ela declarou não lembrar do fato citado por Samantha e diz estar aprendendo.

“Quando eu tuitei no outro dia, era para ser uma demonstração de apoio aos nossos amigos e vizinhos e comunidades de cor durante esse período realmente difícil” disse ela se referindo ao tuíte. “Embora eu não me lembre de ter feito essa declaração específica e nunca julguei os outros por sua cor da pele, esse não é o ponto. O que importa é que eu claramente agi de maneiras que magoaram outras pessoas. Se foi minha posição e perspectiva privilegiada que me levou a ser percebida como insensível ou inadequada às vezes ou se era apenas minha imaturidade e eu sendo desnecessariamente difícil, peço desculpas pelo meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado. Nós todos podemos crescer e mudar, e eu realmente usei esses últimos meses para refletir sobre minhas próprias falhas”

Lea Michele

No final do comunicado, a atriz lembra que está prestes a ser mãe e que tem crescido muito com as experiências. Mas vale lembrar que essa não é a primeira vez que ela se vê no centro de uma polêmica do tipo. Em 2016, Naya Rivera, a Santana de Glee, escreveu um livro no qual reclamava e criticava o comportamento da atriz, que levou as duas a terem sérios problemas. Então, a gente espera que ela tenha crescido como pessoa e superado os preconceitos mesmo!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *