Receita do dia – Lasanha prática de Miojo!
4 de fevereiro de 2019
Anitta lança o #TerremotoChallenge e tá todo mundo entrando na dancinha!
5 de fevereiro de 2019

Lei institui Junho Vermelho para incentivar doação de sangue

Com o objetivo de motivar as pessoas para a doação de sangue, foi instituído no Ceará o mês que leva o nome de  “Junho Vermelho”, através da Lei nº 16.688, sancionada pelo governador Camilo Santana (PT) em 7 de dezembro. Oriunda do projeto de lei nº 149/18, da deputada Fernanda Pessoa (PSDB), a partir de agora, o Junho Vermelho passa a integrar o Calendário de Eventos do Estado do Ceará.

De acordo com a deputada, o movimento surgiu no ano de 2011, a partir do lançamento do movimento “Eu Dou Sangue”, pelas irmãs Debi Aronis e Diana Berezin no estado de São Paulo, incentivadas por um episódio familiar. O Junho Vermelho já acontece em vários estados e tem como objetivo conscientizar a população para a importância da doação regular de sangue no País.

“A doação de sangue é um ato de solidariedade que pode salvar vidas de muitas pessoas que necessitam de uma transfusão sanguínea. Não há substituição para o sangue”, esclarece a deputada Fernanda Pessoa.

Além disso, anualmente, no dia 14 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, data estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Dados de 2016 do Ministério da Saúde (MS) indicam que, no Brasil, 1,8% da população é doadora de sangue, índice abaixo do recomendado pela OMS.

Segundo o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), em 2017 foram feitas 105.936 doações de sangue. Desse total, 41% são de doadores regulares. E você? Já é doador de sangue? Aproveite para entrar também nesta corrente do bem e ajudar a salvar vidas!

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *