casal de A Fazenda: Mariano e Jake embaixo do adredom
Primeiro casal de A Fazenda 12 se forma e fãs vão a loucura nas redes sociais
21 de setembro de 2020
Assembleia Legislativa lança seminários regionais do Pacto pelo Saneamento Básico
21 de setembro de 2020

Mãe faz pedido especial de pizza para menino autista e pizzaria surpreende

pizza para menino autista

Quem não conhece alguém que chega em um restaurante e pergunta se pode remover este ou aquele ingrediente do prato? Bem, se você não conhece essa pessoa é porque provavelmente você seja essa pessoa. Afinal, ninguém é obrigado a gostar de tudo, não é mesmo? Mas quando falamos de autistas, às vezes a situação vai além do não gostar. Isso porque muitos deles são sensíveis a determinados cheiros, texturas e gostos, e por isso sempre acabam fazendo pedidos especiais. E foi um desses pedidos de uma pizza para menino autista que surpreendeu uma família brasileira…

Gisele Coronel Trindade Candido é mãe de João Guilherme, um menino autista de 9 anos de idade. Eles costumavam frequentar uma pizzaria próxima da casa deles há mais de cinco anos e o pedido era sempre o mesmo: que o recheio não chegasse até a borda. Isso porque o o filho de Gisele não come o recheio, apenas a borda da pizza. Então, a pizzaria sempre caprichava na borda e deixava o recheio longe.

Mas, com a pandemia, Gisele foi obrigada a passar a pedir a pizza para menino autista via delivery. E, com isso, veio o temos de que os atendentes não entendessem o pedido e a pizza não viesse com a borda separada do recheio. Mas, ao pedido chegar a casa da decoradora, a surpresa foi emocionante. No lugar de uma caixa, chegaram duas caixas de pizza. Em entrevista ao portal G1, Gisele contou que pensou que o pedido tivesse vindo errado e eles tivessem entregado duas pizzas, mas não foi nada disso. Ao abrirem as caixas, eles notaram que uma tinha a pizza normal com recheio e, na outra, apenas a borda inteirinha de uma pizza.

pizza para menino autista

Pizza para menino autista, emoção para a mãe

Após receber a pizza, Gisele acabou contando sua história nas redes sociais. “A única vontade que tive é de ligar lá novamente e agradecer. E também postar nas redes sociais. Geralmente, quando vou em um lugar que não atende as necessidades dele, desistimos do atendimento e escolhemos outro lugar”, contou a decoradora. O post recebeu mais de cinco mil curtidas e foi compartilhado quase três mil vezes.

A decoradora chamou atenção ainda para que os estabelecimentos tenham mais cuidado com esses pedidos especiais. Afinal, tem todos eles são birra ou algo do tipo. “É bom porque assim conscientiza muitos comerciantes e eles oferecem um bom atendimento aos clientes, já que temos essa necessidade. Eu errei muito até entender que meu filho não era mimado e nem birrento. Foram cinco anos até eu e meu esposo conseguirmos ao certo o diagnóstico”.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *