5 expressões racistas para abolir agora do seu dia a dia!
21 de novembro de 2019
Edição do projeto “Quadrinhos em Foco” na Biblioteca Pública Dolor Barreira
21 de novembro de 2019

MBG Core: Conheça a origem dos vídeos pavorosos que estão tomando conta da internet

Uma mulher possuída? Um espírito demoníaco? O capeta em pessoa? Ultimamente, vídeos pavorosos em preto e branco têm tomado conta da internet. E além de imagens assombrosas e super assustadoras, uma coisa que esses vídeos têm em comum são as letras MBG Ccore ao final. Será que está chegando o fim dos tempos? Seria o Supernatural da vida real? Calma gente, que não é nada isso!!!

Não é de hoje que esses vídeos curtos em preto e branco fazem sucesso nas redes sociais. Geralmente são imagens de seres para lá de esquisitos, que parecem possuídos por algum tipo de entidade, escalando paredes de igrejas, prédios ou construções que parecem antigas. Porém, por mais assustadores – e aparentemente reais! – que eles sejam, tudo não passa de uma criação de um estúdio de efeitos visuais, o MBG Core.

Acreditem ou não, mas tudo é o mais puro e simples CGI, ou seja, uma imagem criada através de computação gráfica. Trata-se da mesma tecnologia utilizada em grandes filmes como Vingadores e afins. Pois bem, ao  pesquisar “MBG Core” no Google, as informações são poucas. Mas ainda assim é fácil descobrir que não tem nada de demoníaco por trás de todos esses vídeos.

No Instagram, o nome que aparece por trás dos vídeos é o de Marc-Aurélien. Ele diz ser o criador dos vídeos e, também, do canal do Youtube que também leva o nome MBG Core. Nos dois locais, ele posta seus vídeos pavorosos e para lá de assustadores, que, em pouco tempo, viralizam:

Mas nem tudo no canal é vídeo assustador. Há outras artes para lá de incríveis, tudo feito em CGI pelo artista. Agora, a pergunta que muitos se fazem é se esses pequenos vídeos fazem parte de algum filme ou projeto maior. Isso ninguém sabe, mas uma coisa é certa: criatividade para assustar, isso ele tem!

Fotos e vídeos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *