7 espécies para você começar a sua horta em casa
1 de março de 2018
Trip Hype: Saint Patrick’s Day na Irlanda, que tal?
1 de março de 2018

Mitos e verdades sobre a sexualidade da mulher grávida!

Quando você pensa em uma grávida, imagina uma mulher puritana, iluminada ou até sem um pingo de sensualidade. Porém, esse esteriótipo surge muito por meio da religião, em que ao longo da sua educação ensina a enxergar uma gestante dessa forma.

Entretanto, a equipe Hype vai soltar uma verdade: mulheres grávidas têm sim vida sexual ativa, como também adoram esse fato na sua vida. Porém, existem diversas histórias envolvendo o sexo durante a gestação. Por isso, o Pátio Hype resolveu esclarecer esses mitos e verdades para você.

Dá só uma olhadinha no que os especialistas falam sobre essas narrativas que rodeiam a sexualidade das futuras mamães.

1.Ao penetrar a mulher, o homem vai atingir o bebê

Mito. Pode acreditar, existem pessoas que imaginam que o bebê será atingido pelo pênis e pior, que ele poderá até morder o órgão masculino. A obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo, afirma que a penetração acontece somente na cavidade vaginal, ou seja, entre a cavidade e o bebê existe o colo do útero, que tem aproximadamente seis centímetros de dimensão. Sem falar que quanto maior a barriga da mulher, a penetração pode ser diminuída em até 30%.

2.A ejaculação do parceiro pode atingir o feto

Mito. Pode ficar tranquila, Fábio Cabar, ginecologista e obstetra especialista em reprodução humana assistida e gestação de alto risco, diz que essa ação é impossível de acontecer. Pois o sêmen, em hipótese alguma, entra no saco amniótico chegando até o bebê.

3.Durante o período de gravidez as mulheres sentem mais tesão

Verdade. Isso acontece porque a produção de progesterona, a libido tende a cair. E mas ou menos 10% das mulheres tem um aumento da lubrificação e da circulação sanguínea, em que incha a vulva, ocasionando orgasmos com mais intensidade. Ahhh! De acordo com Fábio Cabar, a vagina fica mais umedecida e edemaciada, ganha mais sensibilidade e assim, aumenta o tesão. Tal qual os seios também ficam mais sensíveis, porém doloridos e é preciso ter cuidado, caso chegue a incomodar com os movimentos mais bruscos.

4.A conchinha é a melhor posição durante a gestação

Verdade. A conchinha é a melhor posição, pois é a mais confortável para as futuras mamães. A posição papai e mamãe pode acabar machucando a barriga, assim como a posição de quatro prejudica a coluna das gestantes. Portanto, as melhores posições são a que a mulher senta em cima do parceiro e a posição de lado, com um travesseiro apoiando as costas e o seu companheiro distante do útero da mulher.

5.Orgasmo da gestante adianta o trabalho de parto

Mito. Você pode, e deve, gozar à vontade. A ejaculação pode resultar em pequenas contrações e cólicas pós orgasmo, mas em momento algum, acelera o trabalho de parto. Por fim, é necessário conversar sempre com a sua obstetra para saber os riscos da sua gravidez, se está indo bem, pois os cuidados são fundamentais para a sua saúde e a do bebê. Sexo é saudável e durante a gravidez une ainda mais os futuros papais. Aproveite!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *