Dieta Keto – Conheça o plano alimentar que está bombando entre as famosas!
14 de maio de 2018
Os livros esculturais de Malena Valcárcel
14 de maio de 2018

Modelo supera anorexia mostrando antes e depois

Pois mais que temas como feminismo, gordofobia, auto-estima e amor próprio estejam cada vez mais em voga, muitas mulheres ainda se sentem pressionadas pelo padrão do corpo perfeito. Trata-se de uma imagem imposta pela sociedade que afirma que uma mulher precisa ter um corpo de tal forma para ser considerada bonita. E isso gera vários problemas como depressão e desordens alimentares como anorexia.

No mundo das modelo, é comum distúrbios ligados à comida e à auto-imagem, já que a cobrança em cima do corpo delas é ainda maior. Não é raro ver uma modelo que não seja anoréxica. Uma delas é Mia Kang, que resolveu romper com esse ciclo e mudar seu estilo de ver a si própria.

Recentemente, ela postou um desabafo emocionante sobre sua briga contra a anorexia. Para isso, ela postou uma foto sua de 2015 e uma recente. Mia já posou para publicações como a Sports Illustrated Swimsuit e chegou a concorrer a uma vaga para ser uma angel da Victoria’s Secret. Mas, para isso, o preço que ela pagou foi alto. Segundo ela conta, ela chegou a ficar dez dias sem comer nada sólido e fumava um maço de cigarros por dia. “A indústria me disse que eu nunca estive melhor, mas ainda tinha um pouco de peso a perder. Eu odiava minha aparência, pensava que era gorda e vivia em constante ansiedade”, revela.

Left: 2015. size 2. I hadn’t eaten solid food in 10 days and smoke a pack of Marlboro Lights a day. I was obsessed with my collarbones, ribs and hip bones showing. I was obsessed with having a thigh gap. I was about to shoot Sports Illustrated Swimsuit for the first time and was trying to look like a VS angel. I was told by the industry I never looked better but still had a little more weight to lose. I hated how I looked so much I thought I was fat and lived in constant anxiety.

Right: Now. Size 8. I feel like I finally became a woman. I love my thighs, my curves. I love my strength and the fact I can probably whoop your ass. I still have insecurities as I adjust into my new body, just like everyone else. But I know my body, respect it, and love it. It isn’t easy for me to post these pictures because I still have a disease that I have to live with for the rest of my life. A small part of me looks at me now and hates it.

Eating disorders and body dysmorphia don’t just disappear but you can learn how to manage it and heal. You can reprogram your thinking. I want to put the images out there that I never had. I want to show women that it’s ok to gain weight. We have the pleasure of having fluctuating bodies, enjoy your curves, enjoy being a WOMAN. Be healthy and be confident. We have one body and one life, don’t let your insecurities hold you back from happiness.

Uma publicação compartilhada por Mia Kang (@missmiakang) em

Mas ela terminou a história de forma positiva. Mia contou que hoje em dia ama suas curvas, suas coxas, mas que ainda trava uma pequena luta consigo mesma. Isso porque ela ainda sofre com anorexia e está em processo de adaptação a seu novo corpo. A real intenção da modelo é incentivar outras mulheres a se amarem como são, e mostrar que não há nada de mais em ganhar peso. “Aproveite suas curvas, curta ser uma mulher. Seja saudável e confiante. Temos apenas um corpo e uma vida, não deixe suas inseguranças impedirem sua felicidade”, disse ela na postagem.

A foto já foi curtida mais de 16 mil vezes e recebeu quase mil comentários. Muitos acharam a história inspiradora e disseram que isso é ser uma modelo de verdade. A gente concorda, e você?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *