Agenda do Fim de Semana
13 de abril de 2012
Confira a organização de trânsito e limpeza para o Aniversário de Fortaleza
13 de abril de 2012

Mudanças climáticas estão forçando migração de borboletas

As borboletas são inspiração para muitos artistas e para os casais enamorados. Ela é considerada um símbolo de ligeireza e de inconstância, de transformação e de um novo começo. Para os japoneses a borboleta é um emblema da mulher, por ser graciosa e ligeira. O problema é que toda essa graciosidade da borboleta está ameaçada pelas mudanças climáticas segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de York, no Reino Unido.

Segundo dados da pesquisa, algumas borboletas estão migrando em busca de florestas de ambiente mais frescos. Só que mesmo fazendo esse translado, que pode ser positivo, o número de indivíduos que se deslocam não é suficiente para salvar as populações de borboletas. Os pesquisadores analisaram dados referentes a 36 espécies de borboletas coletadas entre 1994 e 2009, em programas monitorados no Reino Unido e Espanha.

“Muitas borboletas que analisamos podem estar ameaçadas pelas mudanças climáticas. Com as temperaturas mais elevadas, fica muito quente para muitas delas sobreviverem no sul da Europa”, disse ao site LiveScience, Andrew Suggitt, um dos principais autores da pesquisa.

O parâmetro de pesquisa levou em consideração, especificamente, a comparação de espécies e indivíduos em habitats fechados e sombreados contra habitats abertos e ensolarados. Os dados foram confrontados com a temperatura média para a época. O resultado mostrou que existem maiores proporções de indivíduos em habitats fechados e mais frescos com maior frequência em anos com temperaturas máximas, mais altas.

Vídeo de migração natural de borboletas:
[youtube width=”600″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=ILjhooJ3UPU[/youtube]

“Nós pensamos que as borboletas podem ser capazes de utilizar habitats mais frescos para escapar de temperaturas mais quentes,” disse Suggitt. “Se elas estão fazendo isso agora, elas podem ser capazes de fazer isso para escapar do aquecimento do clima. O clima mais fresco é vital para o acasalamento alimentação e para completar seu ciclo de vida. “O problema é que a proporção real da população de borboletas que faz a mudança é muito pequena”. Para ver como a vida do planeta está toda conectada como uma teia de aranha. Se uma das linhas é cortada, uma hora ou outra, o resto da estrutura acaba sofrendo o impacto. Por isso, faça a sua parte, cuide do planeta a partir da sua realidade.

 

Foto e vídeo: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *