Netflix faz vídeo especial com 1 segundo de cada episódio de Breaking Bad
7 de outubro de 2019
Assim como na ficção, a suposta história real do voo que pousou anos depois
7 de outubro de 2019

Mulher abandona filha adotada dizendo que ela é uma anã assassina

Estamos em outubro, o clima de Halloween toma conta da redação e começamos com uma história digna de filme de suspense, no melhor estilo A Órfã… Todo mundo sabe que adotar uma criança é o sonho de muitos casais pelo mundo a fora. Porém, depois de conhecer a história de adoção dessa norteamericana, muita gente vai ficar chocado. A mulher afirma com todas as letras que a criança era, na verdade, uma anã psicopata e assassina.

Kristine e seu marido, Michael

Estamos falando de Kristine Barnett, que, junto com seu agora ex-marido, está sendo processada por abandono de menor. O motivo? Ela simplesmente deixou para trás sua filha adotiva em um apartamento que eles tinham acabado de alugar antes de se mudarem para o Canadá.

Pode parecer que Kristine é a vilã da história, mas a coisa não é bem assim. Segundo ela, em 2010 ela adorou uma menininha ucraniana de 9 anos chamada Natália. Mas não demorou até que ela notasse que havia algo estranho na garota. Em entrevista ao jornal de fofocas britânico Daily Mail, Kristine disse que Natália tentava ferir os demais membros da família. “Ela escondia facas em nossos sofás. Contava como ia matar todos nós. Colocou produtos químicos em meu café”, conta a mulher.

O tempo passava e Natalia não cresceu. Foi então que ela começou a desconfiar. Segundo a entrevista, laudos médicos indicaram que Natália tinha 14 anos e sofria de nanismo. Kristine então passou a tratá-la como adolescente, e as crises de violência aumentaram. Em 2012, então supostamente com 16 anos, Natália tentou empurrar sua mãe adotiva em uma cerca elétrica.

Depois disso, ela foi internada para tratamento em uma clínica psiquiátrica. Então ela confessou ser mais velha do que aparentava. Um juiz então alterou a data de nascimento dela para a verdadeira: 1989. Assim, Kristine conseguiu que a filha adotiva recebesse todos os benefícios governamentais e tratamentos como uma adulta.

A mãe adotiva alugou um apartamento para Natália. Depois, se mudou para o Canadá. Natália cortou relações com ela e agora a processa por abandono de incapaz. Kristine e seu marido chegaram a ser presos, porém pagaram fiança e agora aguardam o julgamento em liberdade.

O outro lado a história

Natália conta outra versão da história. No processo que ela está movendo contra Kristine, foram anexados dois laudos médicos que comprovam que ela tinha 8 anos quando foi adotava em 2010 e 12 anos em 2012, quando foi internada. E que hoje teria 18, ou seja, que ainda era menor de idade quando seus pais adotivos a abandonaram em um apartamento e se mudaram para o Canadá.

Quem será que está certo?

O mais interessante é que o filho biológico do casal também já foi manchete de jornal. Também em 2012 ele ficou famoso por Já frequentar aulas de matemática na universidade. Hoje, com apenas 18 anos, o jovem já está fazendo seu PhD em gravidade quântica no Instituto Perimeter de Física Teórica, no Canadá.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *