à esquerda, imagem de uma praia de Fernando de Noronha e à direita, a frase "surube-se"
Bruno Gagliasso se pronuncia sobre Surubão de Noronha: “Difícil negar”
16 de setembro de 2020
Camiseta com jeans – 7 truques para atualizar o look
17 de setembro de 2020

Mulher arrecada dinheiro para taxista que morava no carro

Quando você pega um táxi ou mesmo chama um carro por aplicativo, você se interessa em saber um pouco sobre a vida de quem está dirigindo? Mas vocês já notaram que tem motoristas que são tão simpáticos que acabam quase virando “amigos” dos passageiros de tanto que falam, não é mesmo? Tem gente que não gosta, mas tem gente que acaba descobrindo histórias emocionantes nessas simples conversas casuais durante o trânsito. E esse foi o caso de uma mulher que acabou descobrindo que o taxista morava no carro em que trabalhava…

Foi em uma corrida que a bióloga Mariana Monteiro conheceu uma história para lá de emocionante. Jaime Gomes de Oliveira tem 59 anos e é taxista na cidade de São Paulo. Há cerca de seis meses ele viu seu mundo virar de cabeça para baixo. Com o início da pandemia, ele viu o número de corridas cair drasticamente. Mas, ele também precisou enfrentar a morte da mãe e a venda do lugar em que eles moravam. Então Jaime se viu sem ter como pagar uma casa para viver, já que o carro em que trabalha também é alugado. Então, a solução foi passar a morar no carro.

Jaime Gomes (à esq.), o taxista que morava no carro e Mariana (à dir.)

O motorista contou a ela que muitos dias não tinha dinheiro para comprar comida. E que, por sorte, fez amizade com o dono de um posto de combustível que deixava que ele tomasse banho e lavasse sua roupa no loca. Mas que, mesmo assim, a situação não estava nada fácil…

Foi então que Mariana teve uma ideia: criar uma rede de solidariedade. Inicialmente, a ideia era passar o contato de Jaime para os amigos para que eles solicitassem corridas com ele e, assim, aumentassem sua rede. Mas ela se deu conta que ele morava no carro e seria preciso fazer mais. Então ela pediu autorização ao motorista para divulgar a história dele nas redes sociais. Logo, uma vaquinha virtual foi criada a fim de arrecadas dinheiro para que ele encontrasse uma casa para morar.

A meta inicial era arrecadar 65 mil reais. Em cinco dias a meta foi ultrapassada e Mariana arrecadou mais de 100 mil reais para o homem que morava no carro. Com o dinheiro, Jaime disse que ia comprar um carro para não ter mais que alugar e dar entrada em uma casa. Que festival de solidariedade pós-pandemia!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *