Show de Sandy e Jr. deve ser transmitido no Natal da Globo
14 de outubro de 2019
Coió? Rolezinho? Fundação cria o WikiFavelas e o Dicionário de Favelas Marielle Franco
14 de outubro de 2019

Os 5 piores episódios de Grey’s Anatomy segundo osfãs

Com mais de 300 episódios exibidos e no auge de sua 16ª temporada  (e todas as 15 anteriores disponíveis na Netflix!), Grey’s Anatomy é uma série que tem morada cativa no coração dos fãs. Afinal, nenhuma série chega a tantas temporadas se o sucesso não for garantido. Porém, entre tantas histórias que foram ao ar, sempre tem aqueles episódios que não fazem lá tanto sucesso. E uma das formas de descobrir quais são os piores episódios de Grey’s Anatomy é conferindo no site especializado IMDB as notas dadas pelos fãs a cada episódio. Sendo assim, catamos os cinco com as notas mais baixas e listamos aqui para vocês. Confere só:

Civil War – 6.2

A 13ª temporada trouxe um dos arcos mais entediantes da trama, e foi neste episódio que ele começou. Aqui conhecemos a dra. Eliza Minnick, que chega com o intuito de reformular a forma como as coisas acontecem no hospital. Porém, o que era para ser uma adição polêmica e esquentar as coisas na trama acabou sendo rechaçada pelo público, que não gostou nada da nova personagem. E menos ainda do drama que se desenrolou a seguir…

Song Beneath the Song – 6.1

Fã que é fã de Grey’s Anatomy sabe que todos os nomes dos episódios são trechos ou nomes de músicas, então não seria de se admirar que alguma hora houvesse um episódio musical. Aqui, no caso, foi uma aposta alta da equipe de Shonda, que não agradou muito não. O excesso de drama que a série estava trazendo como um todo aliado ao fato dos atores não serem, necessariamente cantores deixou tudo meio morno… E, no fim, tudo não passava de uma criação da mente de Callie, que estava em coma após um acidente.

Who Is He? (And What Is He To You?) – 6.1

Na 13ª temporada, os fãs ainda torciam para que Jackson e April se entendessem. E parecia que enfim isso ia acontecer nessa temporada. Porém Shonda investiu em um episódio focado apenas nos dois personagens, que viajam para fazer uma complicada cirurgia. No meio tempo, Jackson reencontra seu pai biológico e April tenta lidar com toda a situação. Resultado: os dois tem um revival morno, o resto do elenco basicamente nem aparece no episódio e o público fica com a sensação de que alguma coisa ficou faltando na trama do episódio.

Thriller – 6.0

Em todas as temporadas, a série sempre traz episódios temáticos de datas como Valentine’s Day, Halloween, Ação de Graças e Natal. Nesse ambientado durante o Halloween, em especial, temos até alguns momentos bons. Porém o público não perdoou o fato de Arizona ter ficado com Leah Murphy. Isso porque essa é uma das personagens mais detestadas da série, sem contar no fato de que os fãs sempre torceram para que Arizona e Callie se reconciliassem. Resultado: péssima avaliação por parte do público.

How to Save a Life – 4.7

O motivo que faz com que este seja considerado o pior dentre os piores episódios de Grey’s Anatomy não tem nada a ver com a técnica. Muito menos ou com a história em si. Acontece que é neste fatídico capítulo em que começa um pequeno arco que culmina com a morte de ninguém menos do que Derek Sheperd. Sim, “apenas” um dos protagonistas da trama, eterno amor de Meredith Grey. Durante o episódio 21 da temporada 11, após salvar uma família que sofreu um acidente de carro, o próprio Derek é atingido por um caminhão. Isso causou revolta nos fãs que deram notas muito ruins para o episódio.
Relembrando agora, a gente chega à seguinte constatação: mesmo os piores episódios de Greys Anatomy nos enchem de ansiedade com todo o drama da série… E dá vontade de ver tudo de novo!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *