Saiba como prevenir algumas doenças em crianças em idade escolar
27 de junho de 2018
Confira 10 atividades de alfabetização para fazer com as crianças em casa!
27 de junho de 2018

Pabllo Vittar participa de projeto da Billboard no mês do orgulho LGBTI+

Quem é fã de música pop sabe que, sem dúvidas, a revista norte-americana Billboard é uma das mais importantes do segmento no mundo. Tanto é que ela é editada em diferentes países – e foi até a edição argentina que falou que Anitta e Rihanna tinham feito uma parceria. Pois bem, este mês em que comemoramos o orgulho LGBTI+ no mundo inteiro, a publicação fez um projeto internacional, no qual reúne diferentes nomes da música pop para escreverem cartas falando sobre o tema. E aqui do Brasil, Pabllo Vittar foi a escolhida e teve sua carta lindamente publicada pela revista.

Na carta, Pabllo Vittar protesta publicamente sobre a morte de pessoas da comunidade LGBTI+ no Brasil. Infelizmente, nosso país é um dos que mais matam gays, lésbicas, trans e afins no mundo. E a cantora quis deixar bem claro o horror de tudo isso.

Com versões em inglês e português, Pabblo Vittar fala da importância do apoio da mãe. E fala também de como a arte foi o caminho que ela achou para se expressar. Confira abaixo a versão da carta na íntegra:

“Manxs,

Muitos de vocês não sabem quem sou, mas deixa eu me apresentar: sou um cantor gay e também uma drag queen em um país extremamente preconceituoso, o Brasil.

Vamos conversar sobre ironias? Por mais que a visão que as pessoas têm de morarmos em um país alegre, divertido e com a maior parada LGBTQ+ do mundo também é o país que mais nos mata (dados da Anistia Internacional).

Toda minha vida soube que era gay, tive o amor da minha mãe e minhas irmãs para lutar pelos meus sonhos.

A arte foi um caminho que encontrei para me expressar e através dela tive a oportunidade de fazer turnês, programas de TV e colaborar com outros artistas que admiro. Espero que de alguma maneira eu também inspire outras pessoas a serem elas mesmas, independente do medo e de todas as coisas ruins que nos rodeiam. Não é fácil, mas juntos nossas vozes soam mais alto enquanto mais barulho fizermos, mais difícil será para ignorarem nosso pedido de igualdade.

Seja gay, lésbica, trans, drag queen, não é binário, esse é o nosso mês para refletirmos e nos amarmos como nunca, nossa luta é em nome do amor.

Amo vocês!”

Emocionante, não é mesmo? Além de Pabllo Vittar, outros nomes da música pop como Courtney Love, Jason Mraz, Meghan Trainor, Tove Lo, Ariana Grande e AJ Mclean, do Backstreet Boys, também participaram do projeto este ano.

Fotos e vídeo: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *