I Am Not Okay With This
I Am Not Okay With This, a nova série queridinha da Netflix, enfim está disponível!
27 de fevereiro de 2020
Pipoca Delícia – 8 receitas bem diferentes para testar em casa!
28 de fevereiro de 2020

Pós-carnaval no Teatro Carlos Câmara

O Teatro Carlos Câmara, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), segue com programação diversa e gratuita nesta semana: Tertúlia, show de Marcus Caffé e um sábado inteirinho dedicado ao samba com os grupos Samba Delas, de Fortaleza, e Quinteto do Samba, do Cariri.

Abrindo a programação pós carnavalesca, na quinta-feira (27/02), o Terreiro do Seu Carlos abre espaço para o forró pé de serra na Tertúlia, festa de muitos ritmos que tem como objetivo receber os transeuntes do entorno para adentrar o espaço do teatro e se reapropriar do equipamento. A partir das 18h a festa promete agitar o Centro da Cidade, comandada pelo sanfoneiro Júnior Lobo.

Na sexta-feira (28/02), Marcus Caffé traz o show de canto popular, “Na Base da Chinela”. Acompanhado do virtuoso acordeonista Nonato Lima e do aplaudido percussionista Rossano Cavalcante, o show decorre de outros trabalhos temáticos do artista, que prima pela pesquisa e execussão de projetos sobre personagens ou estéticas brasileiras. Com mais de 30 anos de carreira, Marcus Caffé é considerado pelos especialistas a referência de expressão e técnica do canto popular. O artista é autor de três discos solo (Digital, Matiz e Deja Vu) onde prestigia compositores e obras de seus conterrâneos. 

Já no sábado (29/02), o samba toma conta do teatro com ritmos de norte a sul do estado na voz de grandes intérpretes cearenses, recebendo O Samba Delas, de Fortaleza, e o Quinteto do Samba, do Cariri. Formada só por mulheres, o Samba Delas tem como norte pensar e discutir o papel da mulher no samba. Há três anos o grupo se reconhece como “uma casa” que acolhe as sambistas da cidade com rodas próprias e apresentações nos espaços da Capital Alencarina. Resgatam músicas autorais e interpretadas por grandes nomes femininos. O Quinteto do Samba surgiu ainda na década de 90, sempre defendendo a bandeira do ritmo na região do Cariri. O grupo é composto por cinco integrantes que trabalham no cavaquinho, violãom surdo e pandeiro. 

Fotos: Reprodução / Fonte: Secult

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *