Luta contra o câncer tem nova promessa: Imunoterapia
10 de novembro de 2016
Programa Mais Infância Ceará desperta interesse em pesquisadores de Harvard
11 de novembro de 2016

Quem tem um amigo de quatro patas sabe que assim como nós, cães e gatos devem ter cuidados especiais com a saúde. Com um acompanhamento veterinário e uma carteirinha de vacinação organizada, é possível ter o controle ideal sobre a saúde e vacinas do bichano e evitar a disseminação de doenças como a raiva.

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção. Tendo isso em vista, a Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), lança a campanha de vacinação contra raiva de cães e gatos.

Nesta sexta-feira (11), a campanha acontece na Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) de Messejana, Regional VI, às 9 horas. No sábado (12), ocorre o dia “D” de vacinação, com o oferecimento do serviço em 700 locais, no horário de 8 às 17 horas.

campanha-de-vacinacao-contra-raiva-3

Para a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Rosânia Ramalho, a campanha visa garantir a saúde e proteção dos animais. “Todos os cães e gatos podem ser vacinados, exceto aqueles que se encontrem doentes. A idade mínima para vacinação é de três meses, seguido de uma dose de reforço. Lembrando que a vacina é a única forma de garantir a saúde e proteção desses animais contra a raiva”, destacou Rosânia.

Na ocasião do lançamento da campanha de vacinação contra raiva haverá show de adestradores e exposição de maquetes educativas. O Vetmóvel será apresentado à população de Messejana, realizando consultas, vacinas e exames. Também está prevista apresentação de peça teatral sobre Bem Estar Animal. A meta é vacinar 297 mil animais este ano, entre cães e gatos.

campanha-de-vacinacao-contra-raiva-2

Saiba mais:

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes – sejam eles gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Em Fortaleza, a campanha antirrábica deste ano segue até 12 de dezembro, mas nas UVZs das Regionais a vacinação ocorre durante todo ano. É importante ressaltar que o município de Fortaleza está há 13 anos sem registrar casos da doença. Portanto, não deixe o seu bichinho de fora da campanha de vacinação contra raiva de cães e gatos.

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *