Museu da Fotografia realiza oficina de Ensaio Fotográfico
2 de julho de 2018
Youtuber Júlio Cocielo é acusado de racismo na internet
2 de julho de 2018

Que tal uma casa feita de lápides de cemitério?

Quando se pensa em morar em uma casa recém-construída, logo nos vem à mente a ideia de um imóvel cheirando a novo, com tudo zeradinho, cheiro de cimento fresco e tijolos novinhos, certo? Mas, já pensou em morar em uma casa feita inteiramente com lápides?

Isso mesmo, lápides… Aquelas de cemitério… Dessas mesmo que se utilizam para marcar as sepulturas, com o nome do falecido, a data de nascimento e a da morte… Às vezes até alguns dizeres como epitáfio… Acham bobagem, impossível? Pois saibam que em Petersburg, na Virgínia (EUA), há uma casa feita inteiramente com este material!

Chamada de Casa de Lápides (meio óbvio, não?), o imóvel foi construído em 1934. Na época, Oswald Young, o idealizador do projeto, comprou cerca de duas mil lápides por 45 dólares. O motivo da “promoção” é que o cemitério da cidade estava passando por um processo de reforma e padronização. Por conter várias covas de soldados mortos na Guerra Civil, principalmente no chamado Cerco de Petersburg, entre 1864 e 1865, o local estava desorganizado. Haviam covas com identificações erradas, covas rasas com corpos de diferentes soldados sem identificação e o espaço estava acabando.

Então, muitas lápides precisaram ser removidas e/ou cortadas, para que ficassem todas do mesmo tamanho e o local ficasse mais organizado. Logo, o que sobrou de material foi vendido para Oswald. Com as pedras e lápides, ele construiu uma calçada, uma lareira e revestiu a parte externa de sua casa.

Detalhe da parede externa da Casa de Lápides

O mais irônico é que, após a reforma, o cemitério da cidade foi abandonado novamente. Com o tempo, a chuva e a erosão, as lápides que ficaram foram novamente destruídas. Ou seja, apenas as utilizadas na casa de Young permanecem intactas ainda hoje. Quando o cemitério foi reformado mais uma vez, agora entre 2014 e 2015, novas lápides foram feitas e, dessa vez, as antigas foram destruídas e enterradas.

A gente sabe que usar material de demolição está na moda na construção civil, mas… Você teria coragem de usar este tipo?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *