Conheça alguns chocolates esquisitos e nada apetitosos agora que passou a Páscoa
8 de abril de 2021
Conheça o Museu da Pessoa!
8 de abril de 2021

Regras do BBB podem mudar em 2022 para punir atitudes racistas

Se a novidade da edição do ano passado do Big Brother Brasil de unir famosos e anônimos causou alvoroço, o BBB 21 está, literalmente, dando o que falar. Isso porque essa edição está sendo treta atrás de treta – e os famosos têm passado mais vexame até mesmo do que os famosos. Afinal, como esquecer do que aconteceu com Lucas Penteado dentro da casa, não é mesmo? Mas a verdade é que vários foram os episódios polêmicos dentro da casa este, principalmente ligados a temas como sexualidade e preconceito de cor, ou seja, preconceito. E justamente para que esse tipo de preconceito – que no Brasil é crime! – não saia impune é que as regras do BBB devem mudar a partir do ano que vem.

Tudo começou com os fatos ocorridos com Lucas. Depois vieram as várias discussões envolvendo Gilberto e João Luiz devido a sexualidade deles. Então, muito tem se discutido sobre a impunidade dos participantes diante de atitudes preconceituosas deles. Um dos casos mais recentes foi a fala racista de Rodolffo em relação ao cabelo de João Luiz. O ato culminou com o brother chorando e, depois, em uma briga no Jogo da Discórdia. Vários famosos se envolveram na questão e até mesmo a cantora Ludmilla, que fez um show na casa na mesma semana, também falou sobre racismo e preconceito.

Marcas estão conversando com emissora

Pois bem, diante de tudo isso, os próprios patrocinadores estão querendo uma mudança nas regras do BBB. “Faz parte do regulamento do programa que, se uma pessoa agredir a outra, fisicamente, ela seja expulsa. Agora, acredito que a discussão será sobre quais são as regras de assédio moral, psicológico e verbalização do racismo e de preconceitos, do que pode ou do que não pode. É um assunto delicado, difícil. Muita gente cobra a Globo e os patrocinadores sobre isso e estamos aqui para aprender e evoluir conforme o programa traz essas discussões à tona”, declarou Danielle Bibas, vice-presidente de marketing da Avon, uma das maiores patrocinadoras desta edição.

regras do BBB

Após as cobranças do público aos patrocinadores em relação aos acontecimentos da casa, Bibas afirma que há um canal de conversa com a emissora. A ideia é tentar lidar da melhor forma possível com a situação. Exemplo disso foi o discurso de Leifert na eliminação desta terça-feira (06). Na ocasião, ele explicou o porque da fala de Rodolffo ter sido extremamente errada.

Ao que tudo indica, a partir do ano que vem, racismo, homofobia e violência psicológica serão punidos no BBB. Vale lembrar que em vários países esse tipo de comportamento já leva o participante à expulsão. Então, o que vocês acham dessa possibilidade de mudar as regras do BBB ano que vem?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *