Como identificar os primeiros sintomas da incontinência urinária
5 de julho de 2018
Projeto leva coaching gratuitamente a pessoas de baixa renda
5 de julho de 2018

Sadomasoquismo – Guia para viver ótimas experiências neste universo com segurança

Querido entre muitos, impensável para outros. O sadomasoquismo se tornou mais conhecido a partir da trilogia Cinquenta Tons de Cinza, o romance erótico entre Christian Grey e Anastasia Steele. O universo do BDSM, que quer dizer, bondage, disciplina, submissão, sadismo e masoquismo, traz uma relação longe do comum de ter prazer.

Abaixo, para quem quer iniciar nesse mundo, segue um guia da equipe do Hype para entender mais sobre o sadomasoquismo e usufruir de experiências incríveis.

1.O que é o sadomasoquismo?

O termo surgiu a partir da junção das palavras sadista, pessoa que sente prazer pelo domínio e propicia “sofrimento”, e masoquista, aquele que sente prazer em ser dominado. Para existir uma relação sadomasô, é preciso ter personagens com essas características. Por isso é tão importante ter um momento de conversa com o seu parceiro, para que assim os dois possam decidir juntos. Só assim, a experiência será gostosa, instigante e interessante para o casal, o que pode agregar a relação apenas no  momento, quanto por ser um estilo de vida.

2.O desejo

Sim, o casal tem de querer experimentar essa prática. Como já foi dito anteriormente, a relação só será equilibrada e prazerosa se o interesse partir dos dois. Lembrando que o sadomasoquismo tem seus princípios básicos, como o poder e o prazer, e para aqueles que pretendem se jogar no que ele tem para oferecer na cama, poderá desfrutar de uma ótima opção para deixar o sexo baunilha de lado.

3.Quem é o mestre e o escravo?

O sadista é o mestre, enquanto o masoquista pode ser visto como escravo sexual da relação. Após definir quem é o mestre quem é o escravo sexual, leve em consideração as vontades e os fetiches de cada um. Vale ressaltar que tanto o homem quanto a mulher podem escolher o papel que querem assumir e não leve em consideração de que a maioria ou minoria é de um jeito ou de outro.

4.Código de segurança

O código de segurança serve para que nenhum dos dois ultrapasse os limites de cada um, dessa forma o sadomasô será gostoso e livre de problemas. Normalmente, o código de segurança é uma palavra combinada antes do sexo e será usada quando um dos dois querem pedir para parar no mesmo instante. Escolha uma palavra que o casal não esqueça na hora H, pode ser uma cor, por exemplo. Você pode escolher até mesmo uma para manter em alerta e outra para interromper imediatamente. Ao ser pronunciada, pare imediatamente, pois é um acordo e deve ser respeitado.

5.Aposte em brinquedos

Os produtos eróticos exploram esse universo sexual ainda melhor. As algemas garantem a excitação e deixam o sexo mais delicioso, até mesmo para os que estão entrando nesse estilo agora. Assim como o chicote, que deixa o momento ainda mais intenso, pois o casal pode usar e abusar das sensações únicas proporcionadas para o dominador e para o submisso. E por fim, uma ótima dica são as tornozeleiras, pois ela restringe parte da liberdade do escravo sexual, ao mesmo tempo que proporciona prazer e submissão.

Será que chegou a hora de dizer adeus ao sexo baunilha? Depois das dicas listadas acima já deu para entender um pouco mais de como usar o sadomasoquismo sem medo ou sem censura. Portanto, transforme a fantasia em realidade!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *