Pornô em qualquer lugar! Pornhub lança seção de vídeos sem nudez!
5 de dezembro de 2018
Amigo Secreto – 5 aplicativos para fazer o sorteio pelo celular!
5 de dezembro de 2018

Saiba como aliviar os enjoos na gravidez

O enjoo é um sintoma comum durante a gravidez, normalmente vem acompanhado de vômitos causado por fatores biológicos, sociais e psicológicos. Na maior parte das vezes, resolvem aparecer a partir da quarta semana de gestação e pode durar por toda a gravidez. Por causa da sensibilidade a cheiros ao longo da gravidez, o enjoo pode vir à tona várias vezes ao dia, mas tende a ser mais frequente pelas manhãs.

Para melhorar os enjoos as mamães podem tomar alguns remédios ou suplementos alimentares com gengibre, porém, é fundamental ter hábitos saudáveis, assim como evitar cheiros extremamente fortes. Saiba mais logo abaixo!

1.Causas do enjoo na gravidez

Algumas alterações hormonais aumentam a concentração de ácido no estômago, o que faz com que a digestão se torne mais lenta. Outro fator é o crescimento do útero que empurra o estômago para cima e causa a queimação na garganta, assim como o estresse e o medo também provocam o enjoo.

2.Como aliviar?

O primeiro passo é evitar alimentos gordurosos, com cheiros e sabores fortes, além de tentar descansar para fugir do estresse e do medo. Coma um pedaço pequeno de gengibre ou chupe bombons de gengibre, pois auxilia na digestão e reduz a irritação da parede do estômago.

Outra dica é comer uma bolacha logo após acordar, antes mesmo de levantar da cama, em seguida, descanse 20 minutos antes de levantar. Coma de três em três horas, em pequenas quantidades, beba dois litros de água por dia e evite alimentos mornos ou com muitos temperos. Chupe picolé de limão e pratique exercícios recomendados por seu médico. Por fim, evite cheiros fortes ou que possam causar náusea.

3.Fique atenta!

Quando os enjoos forem persistentes e causarem vômitos frequentes, informe ao obstetra e assim ele poderá recomendar um remédio para enjoo, afinal, é essencial que a mamãe esteja nutrida e bem hidratada para manter o bem-estar e o bom desenvolvimento do bebê.

Por fim, vale ressaltar que o tratamento deve ser indicado pelo médico, pois o uso incorreto pode resultar em complicações na gestação.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *