Acessibilidade vira tema de discussão em vídeo estilo Super Mario Bros
8 de fevereiro de 2019
Mamma Mia – 8 receitas de massas práticas e fáceis para fazer em casa!
8 de fevereiro de 2019

Saiba mais sobre os segredos da vitamina D!

Conhecida por ser obtida através do sol, a chamada vitamina D, na verdade é um hormônio produzido pelo próprio corpo humano, e pode ser adquirida também por meio da alimentação. Ela faz parte de uma classe própria e seus inúmeros efeitos no organismo ocorrem similarmente à atuação dos hormônios, que agem influenciando as vias metabólicas, as funções celulares e os genes.

O médico nutrólogo André Guanabara explica que para atuar como hormônio, a vitamina D precisa passar por dois estágios de ativação, um no fígado e outro nos rins. Entre outras funções, regula a quantidade de cálcio e fósforo no organismo, aumentando a absorção desses sais minerais no intestino, é responsável pela saúde dos ossos, e tem um importante papel na força muscular.

Desliza mais um pouco e saiba mais sobre os benefícios da asma para algumas doenças!

1.Asma

O tempo que pacientes asmáticos ficam sob a luz do sol pode reduzir a gravidade e a prevalência dos sintomas da asma, podendo contribuir para a minimização da inflamação responsável por restringir as vias aéreas.

2.Gripe

A vitamina D potencializa o sistema imunológico; uma pesquisa publicada no The American Journal of Clinical Nutrition demonstrou que as crianças que usam a vitamina diminuíram o risco de contrair a gripe.

3.Câncer

Câncer de mama, próstata, cervical, colorretal, esofágico, gástrico, endometrial, ovariano, pancreático ou renal, todos os tipos foram demonstrados serem mais proeminentes entre pessoas com níveis inadequados de vitamina D.

4.Autismo

Na Suíça verificou-se que a falta de vitamina D está ligada ao nascimento de crianças com autismo. Estudos observaram que a vitamina D é importante para o desenvolvimento do cérebro, ela ajuda a prevenir o autismo durante a gestação. Sua falta durante a adolescência pode levar a depressão.

5.Doenças autoimunes

Estudos atuais têm relacionado a deficiência de vitamina D com várias doenças autoimunes, incluindo diabetes melito insulinodependente, esclerose múltipla, doença inflamatória intestinal, lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide. Diante dessas associações, sugere-se que a vitamina D seja um fator extrínseco capaz de afetar a prevalência de doenças autoimunes.

Dica: O ideal é expor-se ao sol, sem filtro solar (para absorver a vitamina), por pelo menos 20 minutos por dia, preferencialmente no início da manhã e no final da tarde. Braços e pernas devem estar expostos, pois a quantidade de vitamina D que será absorvida é proporcional a quantidade de pele que estiver exposta. Para prevenir o câncer de pele, após os 15 a 20 minutos recomendados é importante fazer uso do protetor solar.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *