Música daqui da terra: Capitão Eu e os Piratas Vingativos
17 de abril de 2017
4 sinais que ajudam a reconhecer um relacionamento abusivo
17 de abril de 2017

Saiba quais são as doenças que são comuns em bichos e humanos

Goste-se ou não, a elevação do status dos animais de estimação a integrantes da família está aí. Para comprovar, basta bisbilhotar perfis de amigos e parentes nas redes sociais para se deparar com fotos e inúmeras declarações de amor aos bichanos.

Sem dúvida eles são companheiros inseparáveis e o amor do brasileiro pelos bichos é uma coisa linda, mas você sabia que há várias doenças comuns entre humanos que parecem estar em crescimento no mundo pet? Listamos algumas das doenças que são comuns em bichos e humanos, veja:

DIABETES

Não se trata de nenhuma novidade que o número de casos de diabetes em humanos está aumentando. No entanto, a surpresa é que o mesmo parece estar acontecendo com os gatos. Segundo alguns veterinários, a estimativa é de que um em cada 200 gatos tem diabetes do tipo 2, um aumento considerável se comparado a três décadas atrás, quando havia um caso de diabetes a cada 900 gatos. Já em relação a cachorros, são cerca de três em cada mil que têm diabetes.

Tratamento: Pode incluir injeções de insulina. E alguns estudos com gatos indicam que eles podem empurrar a diabetes para a remissão ao perder alguns quilos extras.

TIREOIDE

Em humanos esse distúrbio ocorre quando a glândula tireoide, no pescoço, produz hormônios em excesso. Pois é, em animais também! Gatos hiperativos e inquietos que perdem peso apesar de comer muito podem ter hipertireoidismo. Já em cachorros o problema ocorre de forma oposta. Cerca de um a cada mil cachorros visitam o veterinário no Reino Unido por causa de tireoides pouco ativas.

Tratamento: Uma forma de tratar uma tireoide superativa é dar uma injeção de iodo radioativo no gato. O iodo acaba se concentrando na glândula tireoide e emite radiação, matando células ativas demais. Para cachorros, assim como em humanos, uma terapia de substituição do hormônio da tireoide pode ajudar.

EPILEPSIA

A epilepsia pode causar convulsões, mas em alguns casos os sintomas não são tão fáceis de perceber.

Tratamento: Os animais podem ser tratados com pílulas antiepilépticas, mas elas não funcionam em todos.

Ter cão ou gato em casa exige cuidados com patologias animais que são transmitidas para o ser humano. Mas, você viu que embora medidas simples de higiene sejam fundamentais para manter sua saúde e a de seu pet de estimação em dia, nem sempre dá para proteger o amigão de quatro patas de doenças que são comuns em bichos e humanos.

Fotos: Reprodução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *