Dua Lipa confirma primeira coleção de roupas!
6 de junho de 2018
5 casais bizarros que você não vai acreditar
6 de junho de 2018

Saiba quais são os quatro problemas mais comuns durante a amamentação

A cada mamada, o bebê tende a tomar de 60 a 90 ml, com intervalos de três a quatro horas nas primeiras semanas. Quando tudo está bem, tudo será um prazer. Estar com o seu bebê nos braços, depois de tanto tempo de espera, é uma sensação incrível, não é mesmo? Mas e quando a amamentação passa a ser um incômodo?

Então, entra a questão da sua saúde, o que também irá interferir na saúde do bebê, já que a alimentação dele vem inteiramento do seu peito. Por essa razão, a equipe do Hype separou os quatro problemas mais comuns e explica também, como solucioná-los. Quer saber mais? Então desliza e confere tudo!

1.Sensibilidade alimentar

Isso quer dizer quê: dependendo da comida que você consumir, o seu bebê pode ter alguma reação logo após ser amamentado. Por exemplo, inquietação, choro, pedindo para mamar mais ou simplesmente ficando inconsolável. Além disso, as cólicas no recém-nascido podem vir à tona. Alimentos como repolho, cebola, alho, brócolis, couve, couve-flor, feijão e nabo são alguns dos alimentos que podem causar gases. Os sintomas tendem a sumir após 24 horas. Além das cólicas, podem surgir desconfortos gastrointestinais, fazendo com que o bebê estique as pernas mostrando sentir dor. Para saber qual alimento causou desconforto no seu bebê, coma cada alimento separadamente depois e claro, na dúvida, busque um pediatra.

2.Mamilos rachados

Os mamilos machucados aparecem por conta de um posicionamento errado do bebê no peito da mamãe, assim como uma pegada incorreta e quando o pequeno não sabe sugar. Para resolver esse problema, mude de peito a cada 5 ou 10 minutos e varie as posições, a amamentação não deve causar dor ou desconforto as mamães. Se preferir, procure uma orientação em grupos de apoio. Quando trata-se da higiene, evite cremes e loções e lave-os somente com água.

3.Ingurgitamento mamário

Isso acontece quando o bebê, normalmente, no início da amamentação, não se alimentam bem ou com frequência, deixando os seios doloridos e “duros”, sendo preciso, às vezes, a ajuda de um médico. Banhos mornos, mamada em ambos os peitos e ordenha são algumas das soluções para esses casos que auxiliam no fluxo do leite.

4.Mastite

A mastite é uma infecção no peito causada por uma bactéria. Os sintomas tendem a ser inchaço, calor, dor, febre e mal estar. Sendo, na maioria dos casos, em um peito ou em parte dele. O tratamento é realizado por um especialista, que costuma receitar um antibiótico que trate a infecção, sem que a mamãe deixe de amamentar.

Você está passando por isso ou já passou? Compartilhe com a equipe Hype e diga: qual foi a sua solução?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *