5 perfis inspiradores para seguir no Instagram já
15 de dezembro de 2017
Estações do Metrô com arte e cultura
15 de dezembro de 2017

Hoje compartilhamos aqui no Hype boas novas que aliam educação a empreendedorismo para jovens universitários no Ceará. As instituições de nível superior do Estado vão ter até o dia 5 de fevereiro para oficializarem a adesão à mais nova e abrangente proposta de integração voltada para a geração de novos negócios com foco na Inovação: a RedeLab. Lançada nesta quinta-feira (14) na sede do Sebrae Ceará, em Fortaleza, a RedeLab é uma ferramenta pensada para inovar, gerando ideias e soluções tecnológicas e digitais, e dando suporte a negócios inovadores, a partir de ideias gestadas dentro do ambiente acadêmico e que tenham condições de se tornarem negócios viáveis e interessantes ao mercado. 

Conhecida, também, como “Hub de Empreendedorismo”, a RedeLab pretende congregar startups, empresas parceiras, especialistas, instituições tecnológicas e o meio acadêmico, promovendo a interação e estimulando o esforço conjunto na captação de negócios inovadores no meio universitário, na comunidade e nas empresas estabelecidas.

Etapas

Planejado para ser desenvolvido em quatro etapas, o projeto pretende, na fase inicial, funcionar como aglutinador das ideias com potencial para se transformarem em negócios eficazes, utilizando, para isso, uma metodologia “Startup Bootcamp”, que é um treinamento onde os empreendedores recebem informações sobre como levar as suas ideias e projetos adiante.

Na segunda etapa, será feita a prototipagem do negócio. Com duração de seis semanas, nessa fase será realizada a validação do negócio podendo, inclusive, acontecer a interação com outros empreendedores inovadores como, por exemplo, com o acesso à Campus Party. Na terceira fase, está prevista a pré-aceleração dos projetos participantes com o uso, inclusive, de ferramentas do próprio Sebrae como o Sebratec e consultorias gerenciais, além da possibilidade de premiação a partir da seleção feita por um comitê gestor, ainda a ser constituído.

Na quarta e última etapa da RedeLab, acontece a fase da Aceleração propriamente dita, com a definição dos produtos que podem ser absorvidos pelo Mercado e a prospecção de investidores para a capitalização do projeto.

Para o diretor técnico do Sebrae Ceará, Alci Porto, o projeto é um desafio que não pertence nem ao Sebrae nem à Fiec: “É um produto de todos”, resumiu, enfatizando que o objetivo é “concretizar uma aliança estratégica voltada para o desenvolvimento dos pequenos negócios do estado”.

Já o diretor de Administração e Finanças do Sebrae Ceará, Airton Gonçalves Junior, explicou o passo a passo para que as instituições interessadas possam participar, esclarecendo os pontos importantes para os procedimentos técnicos e jurídicos.

Procure a reitoria da sua universidade e informe-se sobre o projeto. Esta pode ser a sua chance de transformar grandes ideias e negócios rentáveis!

Fotos: Reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *